Frango vivo: Semana de queda na maior parte das praças comercialização

Publicado em 20/01/2017 14:54
33 exibições

As cotações do frango vivo encerram mais uma semana de baixa neste inicio de ano. Tipicamente o mês de janeiro é marcado pelo fraco desempenho das vendas internas em função dos gastos extras no final do ano anterior e da intensa carga tributária.

Em 2017, porém, esse cenário é agravado pelo desempenho econômico ruim que atravessa o país. Segundo pesquisadores do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), a demanda interna enfraquecida tem pressionado as cotações desde o mês passado.

O levantamento semanal de preço realizado pelo economista do Noticias Agrícolas, André Lopes, apontou queda em cinco praças nesta semana. A maior desvalorização ocorreu no Paraná (-7,84%) onde o quilo do animal vivo saiu de R$ 2,55 para R$ 2,35 no período.  Em São Paulo a perda foi de R$ 0,20 com o frango vivo cotado a R$ 2,50/kg.

No atacado o cenário também é de queda. "Em Chapecó (SC), o preço do frango inteiro congelado caiu 3% em sete dias, cotado a R$ 4,16/kg nesta semana. Para o resfriado no atacado da Grande São Paulo, o recuo foi de 0,7% no mesmo período, a R$ 3,78/kg", destaca o boletim semanal do Cepea.

Também segundo colaboradores do Centro, os estoques estão elevados, visto que o escoamento da produção no final do ano foi limitado, favorecendo a pressão sobre as cotações.

Exportações

As exportações começaram o ano com movimentação dentro da expectativa. Segundo Iglesias os embarques podem atingir 328 mil toneladas em janeiro, volume superior as 311 mil toneladas alcançadas em janeiro de 2016.

Dados divulgados pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) na segunda-feira, apontam que até a segunda semana do mês, as exportações chegaram a 129,1 mil toneladas, com média diária de 12,9 mil toneladas.

Com esse volume diário, os embarques registram piora de 13,1% aos dados de dezembro, enquanto que em relação ao mesmo período de 2016, queda de 9,8%. Em receita, a soma chega a US$ 205 milhões, sendo o valor por tonelada em US$ 1.589,6.

>> Confira a cotação completa do frango.

Por:
Larissa Albuquerque
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário