Suínos: preço do animal vivo mostra reação; produtor independente vê cotações subirem

Publicado em 14/02/2020 16:31 e atualizado em 15/02/2020 18:02
193 exibições

LOGO nalogo

Reajustes positivos enceram a semana para o mercado de suínos. Na produção independente, várias praças produtoras tiveram alta nas negociações registradas em bolsas de suínos, destaque para São Paulo, com aumento de 5,07% e preço de R$ 5,60/kg. 

De acordo com o Cepea/Esalq, os preços estão reagindo, após terem registrado quedas entre o final de janeiro e o início de fevereiro. Além da melhora da demanda doméstica, com a entrada dos salários, o aquecimento no mercado externo tem reforçando a elevação dos preços. 

Segundo informações do órgão, referentes à quinta-feira (13), em Santa Catarina o quilo do siíno vivo subiu 1,44%, chegando a R$ 4,93/kg, alta de 0,60% no Paraná, com valor de R$ 5,07/kg, e de 0,38% em São Paulo, preço de R$ 5,33/kg. Em Minas Gerais e no Rio Grande do Sul, os preços permaneceram estáveis em R$ 5,49/kg e R$ 4,83/kg, respectivamente. 

Conforme dados da Scot Consultoria, a sexta-feira (14) foi de estabilidade nos preços, ficando a arroba do suíno CIF cotado em R$ 100/R$ 101, e a carcaça especial em R$ 7,90/R$ 8,10/kg. 

 

Tags:
Por: Letícia Guimarães
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário