Uso de cloro na avicultura americana pode atrapalhar negociações com Grã-Bretanha

Publicado em 27/02/2020 10:48
26 exibições

O representante comercial dos EUA, Robert Lighthizer, vai à Londres em poucos dias para negociações comerciais com autoridades britânicas. Agora que deixou a União Europeia, a Grã-Bretanha realmente quer um acordo de livre comércio com os EUA. 

Mas existem alguns impasses. Um deles é algo chamado "frango com cloro". Nos EUA, alguns produtores de frango usam cloro para lavar a carne de frango e matar bactérias que causam intoxicação alimentar. No Reino Unido e na Europa, os produtores de frango não. E eles querem continuar assim.

O problema do frango com cloro não é realmente o cloro - é o que o cloro representa. "Na América, os padrões para animais de criação, incluindo aves domésticas, são muito mais baixos do que no Reino Unido", disse David Bowles, chefe de assuntos públicos da RSPCA, uma organização de bem-estar animal no Reino Unido. "Particularmente, na forma como limpam os galpões, razão pela qual o frango deve ser lavado com cloro ou outro desinfetante. ”

Tom Super, vice-presidente sênior de comunicações do Conselho Nacional de Frangos dos EUA, concorda que não se trata de cloro. Apenas 10% das plantas de processamento nos EUA usam cloro para desinfetar a carne de frango. Mas, ele disse, também não se trata de padrões.  

"A questão sempre foi sobre política e protecionismo", disse Super. "Nossos padrões de segurança e bem-estar estão entre os melhores do mundo - somos o produtor mais eficiente de frango".

O frango americano é produzido de maneira mais industrial que o britânico e o europeu, e é muito mais barato. Se os produtores americanos tivessem acesso ao mercado do Reino Unido como parte de um acordo de livre comércio, os produtores britânicos sofreriam. Mas, de acordo com Gary Hufbauer, pesquisador sênior do Instituto Peterson de Economia Internacional, o Reino Unido tem outro problema: a União Européia.

"A UE não quer ver incursões em suas defesas de frango pelo Reino Unido", disse Hufbauer.

O Reino Unido quer um acordo comercial com a UE. A UE não quer que o Reino Unido aceite frango dos EUA. O Reino Unido também quer um acordo comercial com os EUA e os EUA querem que o Reino Unido aceite frango dos EUA. 

Tudo isso está deixando a Grã-Bretanha em uma posição muito difícil.

 

Tags:
Fonte:
Avicultura Industrial

0 comentário