BTG diz que queda de volume exportado de frango em março pode ser reflexo de congestionamento nos portos chineses

Publicado em 02/04/2020 12:42 64 exibições

A Secretaria de Comércio Exterior do Brasil (Secex) divulgou números de exportação de carne para março e do primeiro trimestre de 2020. No setor de aves, os volumes avançaram 10% a /a no primeiro trimestre, mas desaceleraram em março com uma contração de 12% a /a.

De acordo com o relatório divulgado pelo banco BTG, aparentemente, a contração ocorreu no final do mês, pois os dados preliminares até a terceira semana não sugeriam nenhuma restrição de volumes. Para os analista isto pode ser uma conseqüência de uma menor disponibilidade temporária de contêineres refrigerados após o congestionamento nos portos chineses.

Ainda assim, diante das crescentes preocupações com o surto de Covid-19, os impactos nas exportações continuam limitados, com dados do primeiro trimestre sugerindo que a demanda no exterior continua relativamente forte.

Além disso os especialistas do banco afirmam que o câmbio mais favorável permitiu que os spreads de exportação de aves avançassem 4% m / m em março, revertendo a queda recente para 7% acima da média.

O relatório também aponta que no primeiro trimestre, os spreads contraíram 2% q /q, refletindo os custos crescentes dos alimentos para animais e os preços defasados, mas as vendas trimestrais em reais cresceram 28% a/a. Em uma nota lateral, os spreads de aves domésticas contraíram 8% m /m e agora estão 7% abaixo da média, devido aos custos mais altos de alimentação.

Tags:
Fonte:
Avicultura Industrial

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário