UE nega recurso da BRF contra bloqueio a exportações de frango

Publicado em 09/07/2020 10:08 196 exibições

O Tribunal Geral da União Europeia (UE) negou nesta quarta-feira (08/07) o recurso da BRF contra a decisão que, proibiu a companhia de exportar carne de frango aos países do bloco.

Em maio de 2018, a UE deslistou os 12 abatedouros de aves da BRF que estavam autorizados a vender para o bloco. A decisão ocorreu após a Operação Trapaça, que foi deflagrada pela Polícia Federal (PF) em março do mesmo ano.

Nessa investigação, um desdobramento da Carne Fraca, as autoridades policiais apuraram, entre outras coisas, um esquema de fraude em exames laboratoriais que visava a esconder a presença da bactéria salmonela em níveis acima dos permitidos pela UE.

A proibição de exportar carne de frango para a União Europeia representou um duro golpe para a BRF na ocasião. O mercado europeu era o maior consumidor de peito de frango e o grupo brasileiro o principal exportador.

De acordo com o Tribunal Geral da União Europeia, a BRF foi responsável por 38% da carne de frango importada pelo bloco do Brasil em 2017.

Procurada pelo Valor, a BRF lamentou a decisão da União Europeia. No entendimento da companhia, o a corte europeia confirmou "os poderes discricionários da Comissão Europeia de desabilitar plantas, localizadas em outros A BRF informou ainda, que avaliará a situação, "sempre buscando atender aos requisitos necessários para a relistagem de suas plantas".

Confira o comunicado da BRF

"A BRF lamenta a decisão de hoje do Tribunal de Justiça da União Europeia, que confirma os poderes discricionários da Comissão Europeia de desabilitar plantas, localizadas em outros países, exportadoras de proteína animal.

A BRF avaliará a situação, sempre buscando atender aos requisitos necessários para a relistagem de suas plantas.

A Companhia reitera que cumpre as normas e regulamentos, aplicáveis ao Brasil e a todos os países para os quais exporta, referentes à produção e comercialização de seus produtos, possui rigorosos processos de segurança alimentar e controles de qualidade.

A BRF continuará aprimorando constantemente seus processos para garantir os mais elevados padrões de segurança, integridade e qualidade".países, exportadoras de proteína animal.".

 

Tags:
Fonte:
Suinocultura Industrial

0 comentário