Média diária de volume exportado de carne de frango melhora na 2ª semana do mês

Publicado em 13/07/2020 16:23 90 exibições
Em relação à semana anterior, média diária de embarque aumentou em torno de 7%, segundo analista

LOGO nalogo

Após semanas com volume exportado no vermelho, na segunda semana de julho a média diária de volume embarcado de carne de frango aumentou, chegando a 16.997.575 até o nono dia útil do mês, 5,15% a mais do que as 16.165.413 registradas em julho de 2019, conforme dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) divulgados nesta segunda-feira (13). 

De acordo com o analista de mercado Yago Travagini, da Agrifatto Consultoria, em relação à semana anterior, o avanço foi em torno de 7%, o que fez com que o comparativo anual aumentasse. 

A média diária paga pela carne de frango exportada por enquanto neste mês foi de US$ 22.249.494, quantia 18,58% inferior ao valor de US$ 27.325.769. 

Em relação ao preço pago por tonelada, o recuo neste mês de julho está estimado em 22,56%, quando comparados os US$ 1.308.980 praticados atualmente contra os US$ 1.690.384 no mesmo mês do ano passado.

Travagini explica que os valores em queda na receita obtida com a exportação de carne de frango, de certa forma "normal", já que o dólar teve um aumento de cerca de 20% em relação ao ano passado.

"A queda destes números sobre a arrecadação com as vendas externas está, de certa forma equilibrada, com os exportadores baixando os preços, mas na hora de conversão para reais, acabam tendo bom rendimento", disse

O faturamento na primeira semana de julho com as exportações de carne de frango foram de US$ 177.995.953, o que representa cerca de 28,32% da receita com a venda do produto em julho de 2019, que foi de US$ 628.492.698. 

No caso do volume exportado, nos primeiros nove dias úteis de julho foram embarcadas 135.980.603 toneladas, 36,6% do volume embarcado em junho passado, 371.804.508 toneladas.

A média diária paga pela carne de frango exportada por enquanto neste mês foi de US$ 22.249.494, quantia 18,58% inferior ao valor de US$ 27.325.769. 

Em relação ao preço pago por tonelada, o recuo neste mês de julho está estimado em 22,56%, quando comparados os US$ 1.308.980 praticados atualmente contra os US$ 1.690.384 no mesmo mês do ano passado.

Tags:
Por:
Letícia Guimarães
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário