Preços do suíno mais perto da estabilidade; indústrias limitam compras

Publicado em 17/09/2020 16:03 57 exibições

LOGO nalogo

As cotações no mercado de suínos ficaram mais perto da estabilidade nesta quinta-feira (17), com exceção de algumas praças produtoras do animal vivo e do mercado independente. De acordo com análise do Cepea/Esalq, a oferta de animais para abate está restrita na maior parte das regiões, mas no Sudeste, alguns representantes da indústria começaram a limitar as compras de novos lotes de suínos vivos, diante do elevado preço. 

Em São Paulo, segundo a Scot Consultoria, a arroba do suíno CIF ficou estável em R$ 148/R$ 150, assim como o preço da carcaça especial, cotada em R$ 11/R$ 11,60 o quilo. 

No caso do animal vivo, conforme informações do Cepoea/Esalq, referentes à quarta-feira (16), houve aumento de 0,29% no Rio Grande do Sul, chegando a R$ 7,03/kg, e de 0,13% no Paraná, atingindo R$ 7,61/kg. Não houve alteração nos valore sdo suíno vivo em Mians Gerais (R$ 8,19/kg), Santa Catarina (R$ 7,58/kg), e em São Paulo (R$ 8/kg). 

A boa demanda por carne suína no mercado externo tem ajudado a dar continuidade na manutenção dos bons preços do suíno no mercado independente. Nesta semana as principais praças produtoras registraram estabilidade nos preços - em patamares elevados - ou leve aumento, mesmo com a virada da quinzena. 

Leia Mais:

+ Mesmo com a virada da quinzena, preço do suíno no mercado independente segue sustentado ou com pequenas elevações

Tags:
Por:
Letícia Guimarães
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário