Ovo: em setembro preço na granja atingiu o segundo pior desempenho do ano na relação com o varejo

Publicado em 27/10/2021 08:01 19 exibições

Dados divulgados pela Fundação Procon em convênio com o Dieese indicam que a cesta básica de setembro apresentou evolução mensal de 1,65%, com o grupo dos alimentos apontando índice positivo praticamente igual. Compondo esse grupo, a dúzia de ovos apresentou incremento de 5%, enquanto em doze meses atingiu 31,8%.

Na base de produção houve queda de quase 7,7% sobre o mês anterior, enquanto na comparação em doze meses atingiu índice de crescimento excepcional de 59,8%.

O resultado foi um preço médio recebido pelo produtor equivalendo a 39,8% do valor recebido no varejo, significando piora mensal de 5,5 pontos percentuais e a segunda pior relação do período analisado.

O preço médio recebido pelo produtor no decorrer de outubro já se encontra abaixo do alcançado em setembro e, considerando o valor médio praticado pelo varejo nos últimos sete meses, a relação tende a superar novamente os 40%. De toda forma, isso tem pouco significado considerando a grande diferença entre o preço na base de produção e o comercializado no varejo. Isso porque os varejistas trabalham com rentabilidade na comercialização do produto, enquanto os avicultores convivem com preços onerosos.
 

Fonte:
Ovosite

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário