Aumento na produção de trigo da África do Sul deve diminuir importações do cereal pelo país

Publicado em 31/01/2017 16:06
145 exibições

As importações de trigo por parte da África do Sul deverão cair após uma recuperação na safra, com rendimentos "quase recordes".

O Serviço de Análise Global de Safras do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) prevê a safra 2016/17 para o país em 1,88 milhões de toneladas.

Este número representa um crescimento de 436.000 toneladas em relação ao último ano, decorrência de fortes rendimentos e de uma área plantada em crescimento. Desta forma, esta é a maior safra do país nos últimos cinco anos.

Aumento dos rendimentos

A produtividade da safra está estimada em 3,69 toneladas por hectare, o que o USDA atribui a "chuvas favoráveis e rendimentos quase recordes" na região do Cabo Ocidental, onde é cultivado mais de 90% do trigo.

Essa região é responsável por 57% da produção total de trigo na África do Sul.

Apesar das chuvas e do rendimento favoráveis, no entanto, a quantidade não indica uma colheita recorde.

Queda nas importações

Com um aumento na produção, embasado em estimativas locais da África do Sul, o fator também deve pesar sobre as importações.

As importações totais de trigo do país devem ficar em 1,5 milhões de toneladas nesta safra, sendo que no ano passado foram importadas 2 milhões de toneladas. De acordo com o USDA, este é o número mais baixo dos últimos 7 anos para as importações.

Tradução: Izadora Pimenta

Fonte: Agrimoney

0 comentário