USDA pode reduzir 2% no índice de lavouras de soja e milho em boas condições após tempestade

Publicado em 17/08/2020 10:41 e atualizado em 17/08/2020 11:30 3141 exibições

LOGO nalogo

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) traz seu novo boletim semanal de acompanhamento de safras nesta segunda-feira (17), às 17h (Brasília), depois do fechamento do mercado. A expectativa dos traders é de que depois do vendaval e da tempestade da última terça-feira (11) haja uma redução de 2% no índice de lavouras de soja e, principalmente de milho, em boas ou excelentes condições. 

Os estragos mais graves foram registrados no estado de Iowa. Campos quase prontos de milho foram acamados, muitas árvores caíram, milhões de pessoas ficaram sem energia, muitos silos foram destruídos e as cidades também registram bastante áreas destruídas.

Silos destruídos em Iowa - Foto: Getty Images

Silos destruídos em Iowa - Foto: Daniel Acker/Getty Images

A extensão do fenômeno Derecho foi bastante grande, alcançando 240 mil km², e os prejuízos ainda estão sendo contabilizados. O USDA estima que ao menos 3,32 milhões de hectares (8,2 milhões de acres) e 2,28 milhões de hectares (5,64 milhões de acres) de soja tenham sido afetados, e assim, todos os próximos números que a instituição traga nas próximas semanas e meses serão acompanhados pelo mercado. 

"Não se sabe a extensão dos danos. Segundo os dados da Agência de Gestão de Risco (RMA) um total de 58.000 segurados foram atingidos. A RMA espera os pedidos de sinistro para ter uma ideia das perdas", explica a equipe da Agrinvest Commodities. Assim, o "mercado está de olho nos levantamentos de abandono de área no estado de Iowa. Os números da RMA serão atentamente acompanhados", diz a consultoria em um de seus reportes desta segunda-feira. 

Iowa é o maior estado produtor de milho dos EUA, com uma área de 5,67 milhões de hectares (14 milhões de acres), dentro da nacional de 37,23 milhões (92 milhões de acres). A produtividade que vinha sendo esperada para o estado nesta safra é de 211,3 sacas por hectare, contra a média nacional esperada de 190,77 sacas/ha. 

Área de Iowa afetada pela tempestade - Agosto 2020 - Foto: Jeff Peterson

Área de Iowa afetada pela tempestade - Imagem: Jeff Peterson/Twitter

Assim, autoridades do estado deverá solicitar um auxílio financeiro do governo federal norte-americano para se recompor das perdas. "O presidente Trump e o governador Reynolds conversaram na última semana para discutir os impactos da tempestade e o presidente se comprometeu a dar suporte ao estado e ao povo de Iowa", disse o porta-voz da Casa Branca, Judd Deere. O vice-presidente dos EUA, Mike Pence, visitou Iowa na última quinta-feira (13). 

As perdas continuam a ser contabilizadas e o mercado acompanha com atenção às estimativas. Na Bolsa de Chicago, os preços do milho batem em suas máximas em um mês nesta segunda-feira (17) com altas de mais de 1% entre as posições mais negociadas. Os ganhos puxam também as cotações da soja. 

As imagens a seguir são do produtor Darren Frye, de Peorla, Illinois, e foram postadas no Twitter. "Avaliando os danos do Derecho 2020. Muitos campos com alguns danos, muito mais planos e acamados do que eu havia imaginado". 

Milho acamado nos EUA - Agosto 2020 - Fotos: Darren Freye

Milho acamado nos EUA - Agosto 2020 - Fotos: Darren Freye

Milho acamado nos EUA - Agosto 2020 - Fotos: Darren Freye

Milho acamado nos EUA - Agosto 2020 - Fotos: Darren Freye

Milho acamado nos EUA - Agosto 2020 - Fotos: Darren Freye

Milho acamado nos EUA - Agosto 2020 - Fotos: Darren Freye

Tags:
Por:
Carla Mendes | Instagram @jornalistadasoja
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário