Nos EUA, Dilma vai anunciar meta de desmatamento ilegal zero nos próximos dez anos

Publicado em 30/06/2015 10:25 214 exibições

O jornal Folha de S. Paulo informou, nesta terça-feira (30), que a presidente Dilma Rousseff deve anunciar, em sua visita oficial aos Estados Unidos, que reduzirá a zero o desmatamento ilegal em seu território até 2025. O passo foi decidido de última hora e tem o objetivo apenas de "produzir uma agenda positiva" em solo americano. 

Leia a notícia na íntegra no site da Folha:

>> Brasil e EUA jogam fichas de visita oficial em declaração sobre o clima

Em O Globo: Dilma vai anunciar meta de desmatamento ilegal zero nos próximos dez anos

WASHINGTON. O Brasil antecipará nesta terça-feira, em comunicado conjunto dos presidentes Dilma Rousseff e Barack Obama, parte dos compromissos que tem que apresentar em outubro, em preparação para a Conferência do Clima de Paris (COP-21), em dezembro deste ano. Segundo uma fonte que acompanha de perto as negociações entre os dois governos, entre as metas está alcançar desmatamento ilegal zero nos próximos dez anos. Esta é a sinalização mais importante que o Brasil poderia dar, segundo ativistas e especialistas em meio ambiente, mas tanto no Brasil quanto no exterior não esperava-se que o país pudesse dar este passo já na visita oficial aos EUA.

— O comunicado será muito bom. O Brasil dará flashes de seu INDC, do compromisso voluntário que apresentará em Paris — disse a fonte. — Serão metas para depois de 2020, que é o novo ponto de partida (internacional).

Perguntada se o desmatamento zero seria um dos objetivos, a fonte confirmou:

— O Brasil sinalizará sua disposição de perseguir o fim do desmatamento ilegal nos próximos dez anos.

Leia a notícia na íntegra no site do jornal O Globo

No Zero Hora: Nos EUA, Dilma deve fazer anúncio sobre meta de desmatamento zero
 
A presidente Dilma Rousseff, em viagem aos Estados Unidos desde o último sábado, deve fazer um anúncio de que o Brasil reduzirá a zero o desmatamento ilegal no país até 2025. O comunicado deverá ser feito juntamente com o presidente Barack Obama. As informações são dos jornais O Globo e Folha de S. Paulo.
 
O anúncio funcionará como uma espécie de preparação para a Conferência do Clima em Paris, que ocorrerá em dezembro de 2015. A meta poderá contribuir com a contenção do aquecimento global entre 2020 e 2030.
 
Leia a notícia na íntegra no site do Zero Hora
Fonte:
Folha + O Globo + Zero Hora

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário