Acordo do Clima vai custar US$ 40 bilhões ao Brasil, diz Maggi

Publicado em 16/11/2016 06:40
855 exibições

"Os agricultores e pecuaristas brasileiros são os atores que podem ajudar o meio ambiente, mas devem ser compensados por isto", disse à GLOBO RURAL por telefone o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, que está em Marrakech, Marrocos, onde participa da COP 22, a Conferência Mundial do Clima.

Maggi lembra que o Brasil tem 61% do seu território coberto por matas e é responsável por 14% da água doce do Planeta, mas mesmo assim o governo se comprometeu a reduzir os gases efeito estufa.

"Aos produtores rurais cabe a tarefa de reflorestar 12 milhões de hectares e recuperar 15 milhões de pastagens degradadas para melhorar a eficiência da pecuária e evitar novos desmatamentos. Também cabe ampliar a área de plantio direto, a redução uso de nitrogênio nos adubos usando inoculação de rizobiuns nas gramíneas", disse o ministro, que calcula o custo das intenções previstas no Acordo de Paris em cerca de US$ 40 bilhões.

"Quem vai pagar esta conta?", questiona o ministro, acrescentando que os agricultores do Brasil fornecem alimentos a bilhões de pessoas usando 8% do território nacional para plantio e 19,7% para pecuária e ainda preservam às suas custas 11% do território brasileiro em suas propriedades.

Leia a notícia na íntegra no site Revita Globo Rural.

Fonte:
Revista Globo Rural

3 comentários

  • joao carlos pessatto Maracajú - MS

    Rodrigo, 50 milhoes de ton é o equivalente a 50 kg de soja para 1 bi de pessoas?

    2
    • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

      50 kg de grão para cada pessoa.

      2
  • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

    O Brasil produz 100 mi de ton de soja, tem 220 milhões de habitantes, 12 milhões de desempregados, gente aos montes passando necessidade, consome 50 mi de ton de soja por ano e exporta quantidade equivalente, como é que alimenta bilhões de pessoas? Ou comprou o diploma ou foi a convivência com o molusco Luiz Inácio Lula da Silva...

    4
    • Luiz Cloves Croda Caldas Novas - GO

      Pois e...

      1
    • carlo meloni sao paulo - SP

      Eu vejo a atuaçao do Maggi um pouco diferente ::; isto e', ja' andou espalhando na midia para Ingles ouvir, que consevar custa dinheiro, e que o agricultor precisa receber algo para assumir essa tarefa----Depois espalha no Trombone que nos' somos importantes e alimentamos um mundao de gente-----Quer arrancar bilhoes dos bocos' nordicos que ja' nos enviaram tanto dinheiro para a conservaçao da Amazonia que nos nao conseguimos gastar nem 15%----Entao a RAPOSA quer sensibilizar esse pessoal ( Noruega+ Alemanha) que deveriamos usar esse dinheiro para conservar o meio ambiente do resto do Brasil e nao somente para os indios---Evidentemente acho que se conseguir isso, o primeiro a embolsar o dinheiro sera' ele -----

      5
    • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

      Sr. Meloni, sei de sua simpatia pelo ministro, mas achei meio estranha essa história do Brasil receber muito dinheiro para conservar a Amazonia e não conseguir gastar. Os bocós somos nós. Do mesmo jeito que diz que o raposão quer enganar noruegueses e alemães posso dizer que quer enganar os brasileiros com suas promessas cantadas em verso e prosa e fortemente defendidas com propaganda oficial. Tenho também minha visão, não respeito nem admiro ninguém que tenha conseguido enriquecer desonestamente. Também não aceito a visão de que o povo é que não presta. A propósito, dê uma olhada nesse povo aqui: https://www.youtube.com/shared?ci=91C3Vse4IzA

      0
    • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

      Sr. Meloni, recebi de um amigo: A conversa de "Aquecimento Global" é o conto do vigário para a ONU arrecadar dinheiro para sustentar sua imensa folha de pagamento e sua complexa burocracia. E para entrar na sua casa e mandar na sua vida.

      0
    • carlo meloni sao paulo - SP

      Sr Rodrigo essa estoria de dinheiro para os indios e' verdadeira apesar de parecer uma piada----Eu tenho a mesmissima convicçao sua de que o aquecimento global e' balela---Este inverno fez dois graus negativos em Sao Miguel Arcanjo (SP-Sul) e nunca aconteceu isso.-- Varias arvores de 70 anos de idade morreram e por ai eu entendo que nunca fez tanto frio----Entao nos dois podemos estar certos.---MAS QUEM SOMOS NOS PARA LEVANTAR ESSA BANDEIRA SE OS ESTADOS UNIDOS NAO CONSEGUIRAM NADA?----Entao eu acho que fingir , fazer discursos empolados e arquitetar argumentos faz parte de todo e qualquer bom advogado que quer puxar a sardinha pra brasa dele---

      Entao eu procuro entender a finalidade a ser alcançada, poco me lischando com a forma de consegui-la---

      0
    • carlo meloni sao paulo - SP

      Sr Rodrigo nao conheço a trajetoria do Maggi, nao sou de Mato Grosso, nao sei quem e', mas todas as pessoas que enriquecem ////mais rapidamente das demais tenho certeza que praticou mutretas.

      0
    • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

      Sr. Meloni, há um certo exagero em sua afirmação de que os EUA não conseguiram nada. Elegeram Trump, que disse e continua dizendo que não vai cumprir o acordo de Paris, se isso acontecer não tem mais dinheiro americano para tocar a agenda globalista ambientalista, com Barack Obama foi diferente, a direita do Brasil é incipiente, fraca, desorganizada, mas estamos tentando com os recursos que temos, e apesar de financeiramente sermos muito inferiores já fizemos um bom estrago na agenda esquerdista. É a preparação para 2018. Nós não acreditamos e não aceitamos que os fins justificam os meios. De qualquer forma estamos na fase de formação de intelectuais que irão instruir a militância. É legitimo e democrático. O que não é legitimo nem democrático é atacar o povo e querer calar as opiniões divergentes na base do carteiraço, ou melhor, atacando a pessoa e não os argumentos.

      0
    • Paulo Roberto Rensi Bandeirantes - PR

      O ex-ministro da fazenda e Professor Emérito da FGV Livre Docente em Economia Doutor em Ciências Econômicas ? USP, tem destacado em seus trabalhos um conceito de Economia Clássica para explicar as crises que teimam atingir o Brasil.

      O termo é bem sugestivo "Doença Holandesa". O conceito é meio complicado, mas em síntese é: uma falha de mercado fundamental que se origina na existência de recursos naturais ou humanos baratos e abundantes que mantêm a taxa de câmbio sobre-apreciada por um tempo indeterminado. e, dessa forma impedindo a produção de bens comercializáveis usando tecnologia no estado da arte.

      O real mantido sobrevalorizado durante um bom tempo nos governos lula & Dilma, as contabilidades criativas e outras medidas keynesianas adotadas pelo Guido Mantega, produziram os frutos azedos que a população os estão provando atualmente.

      0
    • carlo meloni sao paulo - SP

      DOENÇA HOLANDESA OCORRE NAS NAÇOES QUE VIVEM DAS EXPORTAÇOES DE COMODITIES MAS NAO CONSEGUEM EXPORTAR PRODUTOS COM VALOR AGREGADO----VENEZUELA E' UM EXEMPLO DA LOGICA E NORUEGA E' UMA EXCESAO GRAÇAS A SUA EXEMPLAR ADMINISTRAÇAO GOVERNAMENTAL

      0
    • Paulo Roberto Rensi Bandeirantes - PR

      Aí entra outra variável "relevante" a manutenção sobrevalorizada de sua moeda por tempo indeterminado, impedindo empreendedores de investirem em sistemas de produção. No Brasil, entre outras coisas, o capital humano tem através de décadas "se desmanchado", decorrentes de total incapacidade de visão dos detentores do poder. Jovens saem do ensino médio sem dominar a matemática e a língua mater, verdadeiros "analfabetos funcionais". A produtividade vai para o lixo, a capacidade de se produzir bens com menos valor idem, a competitividade do país não se faz manipulando subsídios e, taxas proibitivas de importação, sem contar com mercado de swap de dólares que o BC, às vezes é obrigado a gastar mais de 1 bilhão de dólares para evitar oscilações maiores da moeda. Enfim... Esse é o BraZil de lulas, dilmas, renans e de um povo que tem como MENTALIDADE que é obrigação do Estado lhe produzir bem estar e, não o sua capacidade laborativa. Muitos falam no "Foro Privilegiado", mas agora está acendendo outra luz vermelha, a da "Estabilidade no Setor Público". Há um bom tempo concursos públicos foram realizados em todas as esferas da administração pública,

      para a contratação de mão de obra. Um exército de "funcionários públicos" que não funcionam ocupam vagas e mais vagas, agora o sistema colapsou e, vem o pior: O ocupante de tal vaga está protegido por lei quanto a sua vaga. VEJA QUE LEI UNGIDA NOS GABINETES DE BUROCRATAS É UMA NORMA DE PRIVILÉGIO !!!

      0
    • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

      Parabéns Sr. Rensi, poucas vezes se vê por aqui tamanha lucidez.

      0
    • carlo meloni sao paulo - SP

      Sr Paulo ,, bom dia,, agradeço seus comentarios sempre valiosos e objetivos,

      parabens a sua bagagem de conhecimentos.---um grande e valioso colega--

      0
    • Paulo Roberto Rensi Bandeirantes - PR

      Acho que tenho um problema de visão, porque enxergo sob esse prisma?? ... Cara é uma dor constante e, pior não consigo vislumbrar mudanças de rumo com relação à "MENTALIDADE". Neste meu pequeno ninho, quando começo a falar com as pessoas que convivo, vejo que sou visto como um "Dom Quixote", pois essa nova mentalidade é um Antonov (o maior avião do mundo que aterrizou no Brasil recentemente) querendo "sentar no banco de um Paulistinha" (avião monomotor usado por aeroclubes)... É DIFÍCIL DE ENTRAR NAS CABEÇAS DAS PESSOAS !!!

      0
    • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

      Sr. Rensi, ontem mesmo um sujeito me desaforou aqui, alegou que não tinha conhecimento de causa, nao falou nem a causa e nem o conhecimento. Depois num arroubo moralista, fez criticas à minha vida privada, sem sequer conhecê-la, ou seja, não posso criticar uma autoridade pública, sua vida pública, mas o herdeirinho ( é o mais provável ) pensa que pode criticar minha vida privada, não só isso. Ele criticou nada menos que o povo brasileiro. Eu e o povo brasileiro somos vagabundos imprestáveis que não tiram a bunda do sofá. Sabe aquela coisa do acuse-os daquilo que você é, daquilo que você faz? Pois é, mandei à merda.

      1
    • Paulo Roberto Rensi Bandeirantes - PR

      He! He! (risos). Será que ele entendeu ???

      0
    • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

      Noticias Agricolas também educa.

      0
  • Fabrício Morais Brasília - DF

    Vai bem em seus posicionamentos o nosso ministro da Agricultura, Blairo Maggi. Infelizmente, ainda persiste a ideia de devolver terra aos índios, como se fosse possível devolver uma realidade que inexiste. Mas, de todo jeito há uma previsão legal...se quer dar a terra aos índios, pague o preço justo por ela ao atual proprietário, produtor rural ou não.

    4
    • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

      Entre a intenção da retórica e a realidade está um abismo infernal. O uso da demagogia faz com que vá mal o ministro da agricultura.

      12
    • Carlos Ferri Gaucha do Norte - MT

      cara você esta igual ele fazendo comentários

      sem conhecimento da causa você faz o que e costume do povo brasileiro criticar o tempo todo mas não tira a bunda do sofá pra fazer alguma coisa

      9
    • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

      Tô te devendo alguma coisa Carlos Ferri? Vá à merda.

      20