Vazamento de petróleo na plataforma da Chevron na Bacia de Campos pode ser dez vezes pior do que o divulgado

Publicado em 17/11/2011 13:29 601 exibições
Ong estima que volume total do vazamento é de cerca de 15 mil barris de petróleo; Chevron fala entre 400 e 650 barris
A Ong SkyTruth, especializada em interpretação de fotos de satélites com fins ambientais, alertou nesta quarta-feira, 16, que o vazamento de petróleo na plataforma da Chevron na Bacia de Campos pode ser dez vezes pior do que o divulgado pela empresa norte-americana.

Leia também: Vazamento de petróleo na Bacia de Campos (RJ) dobra de tamanho

“Assumindo que o vazamento começou no dia 8 de novembro, nós estimamos que a taxa de vazamento seja de 3.738 barris por dia (594.294 litros). O que é dez vezes mais que o estimado pela Chevron (330 barris por dia, ou 52.465 litros)”, informou a Ong, que foi uma das primeiras a divulgar a dimensão do vazamento de petróleo na plataforma da BP no Golfo do México em 2010.
A mesma empresa responsável pela Deepwater Horizon

A Chevron diz que o volume total do vazamento é de 400 a 650 barris, enquanto a SkyTruth afirma que o poço no Campo Frade já derramou cerca de 15 mil barris de petróleo (2.384.809 litros) no mar.

O blog da SkyTruth informa ainda que a empresa que operava a plataforma da Chevron na Bacia de Campos é a mesma que operava a Deepwater Horizon para a BP quando aconteceu o megavazamento no Golfo do México no ano passado.


Fonte:
Ong SkyTruth

0 comentário