Milho: Com foco nos fundamentos, mercado reverte perdas e encerra com ligeiras altas em Chicago

Publicado em 14/03/2014 17:02 456 exibições

Os futuros do milho negociados na Bolsa de Chicago terminaram a sessão do lado positivo da tabela nesta sexta-feira (14). Ao longo das negociações, os principais vencimentos da commodity reverteram as perdas e fecharam o dia com ligeiras altas entre 1 e 2,50 pontos. O contrato maio/14 era negociado a US$ 4,86 por bushel.

Durante o pregão, o mercado encontrou suporte nos fundamentos que continuam positivos, conforme afirmam analistas. Frente às exportações de milho norte-americanas que permanecem aquecidas, há preocupação com o plantio no país e uma possível redução na área cultivada na temporada 2014/15.

Paralelo a esse cenário, os investidores estão cautelosos em relação à crise na Ucrânia, terceiro maior exportador do cereal no mundo. A perspectiva é que um possível conflito armado entre o país e a Rússia poderia comprometer os embarques do grão ucraniano. E, consequentemente, os compradores teriam que buscar o milho em outras origens, entre as quais os EUA. 

Já no Brasil, a safra de verão foi severamente afetada pelas adversidades climáticas, como nos estados de São Paulo e Minas Gerais. Na segunda safra, os produtores ainda têm dificuldades para avançar com o plantio da safrinha. A Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) divulgou nesta semana uma nova estimativa para a safra brasileira.

No total, a safra de milho deverá totalizar 75,183 milhões de toneladas, um recuo de 7,8% frente ao produzido no ano anterior, de 81,505 milhões de toneladas. A primeira safra deverá somar cerca de 31,423 milhões de toneladas, uma diminuição de 9,1% em relação ao produzido na temporada anterior, de 34,576 milhões de toneladas. A safrinha deverá totalizar 43,759 milhões de toneladas, uma retração de 6,8%. 

Mercado interno - De acordo com informações da Safras & Mercado, o mercado brasileiro de milho apresentou preços pouco alterados durante essa semana. Em algumas regiões, a entrada de produto no mercado acabou pesando sobre os preços. 

No Porto de Paranaguá, a saca de milho foi negociada entre R$ 29,50 e R$ 31,50 nesta quinta-feira. Em Cascavel (PR), o preço ficou em R$ 27,00, já em São Paulo, a cotação ficou em R$ 30,00. 

Tags:
Por:
Fernanda Custódio
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário