Milho: Com mercado pressionado, preços despencam Brasil a fora

Publicado em 04/08/2014 08:19 e atualizado em 04/08/2014 10:16 1225 exibições

Em MG, queda no preço do milho preocupa quem investiu na safrinha

A boa oferta de milho fez despencar os preços da safrinha, em Minas Gerais. Em relação ao mesmo período do ano passado, a desvalorização chega a 35%.

Leonildo Pereira plantou 100 hectares de milho na propriedade que fica no município de Uberaba, no Triângulo Mineiro. A colheita da safrinha já está no final e o valor pago pela saca do grão não para de cair.

No ano passado, nesta mesma época, produtores da região chegaram a vender a saca de milho por R$ 29. “Estamos colhendo na faixa de 100 sacas por hectare e o preço de R$ 19 empata com os custos de produção”, conta.

O principal motivo da desvalorização é a grande oferta de milho no mercado.

Leia a notícia na íntegra no site do Globo Rural. 

Produção em alta e preço em queda preocupam produtores de milho do PR

No Paraná, os agricultores também enfrentam problemas com o milho da safrinha. Com a produção em alta e o preço em queda está difícil fechar as contas.

O Paraná é o segundo maior produtor brasileiro de milho safrinha e está em plena colheita do grão. As máquinas estão no campo, mas os produtores não estão muito animados com o preço do milho.

José Kirilko, por exemplo, está colhendo em média 105 sacas de milho por hectare, uma estimativa boa, mas o que preocupa o produtor é o preço da saca de 60 quilos: cerca de R$ 18. No ano passado era R$ 25. “Cobre os custos, mas não temos lucro nenhum”, diz.

Leia a notícia na íntegra no site do Globo Rural.

Colheita do milho avança em MT enquanto preço não para de cair

O preço do milho está caindo em todo o país. Em Mato Grosso, já tem empresa renegociando os contratos fechados antecipadamente.
Com mais da metade da área colhida, o agricultor Jader de Bortoli está satisfeito com o desempenho da lavoura plantada em Campo Verde, sudeste de Mato Grosso. “O investimento foi alto e está dando uma produção boa. Está dando uma base de média 135 sacos por hectare”, comenta.

Apesar do bom resultado, o agricultor está preocupado.  Desde que a colheita começou a ganhar ritmo o preço do milho não para de cair em Mato Grosso. Em Campo Verde, por exemplo, a saca com 60 quilos é vendida atualmente por R$ 13, R$ 14, cerca de 20% a menos do que o valor praticado há um mês.

“Não existe um preço desse pra gente produzir, investir do jeito que a gente investe nesta cultura. Não tem cabimento”, declara Bortoli.

Leia a notícia na íntegra no site do Globo Rural.

Leia também:

>> Milho: Valores recuam 8% em julho, mas se estabilizam na semana

Tags:
Fonte:
Globo Rural

0 comentário