Em Chicago, milho inicia sessão desta 6ª feira com leves quedas após atingir máximas das últimas três semanas

Publicado em 06/01/2017 08:26 e atualizado em 06/01/2017 12:53
93 exibições

Na Bolsa de Chicago (CBOT), as cotações futuras do milho iniciaram a sessão desta sexta-feira (6) com ligeiras perdas, próximas da estabilidade. As principais posições do cereal exibiam quedas entre 0,25 pontos, por volta das 9h03 (horário de Brasília). O março/17 era cotado a US$ 3,61 por bushel, enquanto o julho/17 era negociado a US$ 3,74  por bushel. Já o setembro/17 operava a US$ 3,80 por bushel.

Os preços voltaram a testar leves desvalorizações após acumular ganhos nos últimos quatro pregões e atingir o melhor patamar das últimas três semanas nesta quinta-feira. Ainda ontem, as cotações do cereal foram impulsionadas pela forte alta do trigo, a queda do dólar no mercado internacional e também por compras por parte dos fundos de investimentos.

Já do lado fundamental, o mercado ainda segue sem novidades. A consolidação da safra na América do Sul continua em pauta. Ainda nesta sexta-feira, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) reporta seu novo boletim de vendas para exportação, importante indicador de demanda.

Veja como fechou o mercado nesta quinta-feira:

>> Na CBOT, milho consolida 4ª valorização consecutiva e atinge nível mais alto das últimas 3 semanas

Por: Fernanda Custódio
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário