Milho segue caindo em Chicago com influência do coronavírus

Publicado em 27/01/2020 11:59 e atualizado em 27/01/2020 17:15
353 exibições
Mercado também aguarda novos números do USDA

LOGO nalogo

Os preços internacionais do milho futuro seguem em queda na Bolsa de Chicago (CBOT) nesta segunda-feira (27). As principais cotações registravam perdas entre 6,25 e 8,50 pontos por volta das 11h38 (horário de Brasília).

O vencimento março/20 era cotado à US$ 3,78 com desvalorização de 8,50 pontos, o maio/20 valia US$ 3,84 com baixa de 8,00 pontos, o julho/20 era negociado por US$ 3,90 com perda de 7,50 pontos e o setembro/20 tinha valor de US$ 3,89 com queda de 6,25 pontos.

Segundo informações do site internacional Farm Futures, os preços futuros do milho caem nesta segunda-feira já que os temores da disseminação global do coronavírus pesavam nos mercados.

Além disso, o mercado aguarda que o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) libere suas inspeções semanais de grãos para o relatório de exportação.

“A semana passada foi uma boa semana para a demanda internacional de milho, uma vez que foram registradas as vendas de exportação de milho para a Coréia do Sul, Guatemala e locais desconhecidos. Um aumento na atividade do milho na semana passada pode dar nova vida aos preços futuros”, aponta a analista Jacqueline Holland.

B3

A bolsa brasileira também operava no campo negativo nesta segunda-feira, com as principais cotações caindo entre 0,91% e 0,35% por volta das 11h23 (horário de Brasília).

O vencimento março/20 era cotado à R$ 51,74 com perda de 0,37%, o maio/20 valia R$ 49,85 com baixa 0,40%, o julho/20 era negociado por R$ 43,60 com desvalorização de 0,91% e o setembro/20 tinha valor de R$ 42,35 com queda de 0,35%.

Tags:
Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário