Milho abre a 4ªfeira com alta em Chicago após plano de estímulo econômico

Publicado em 25/03/2020 09:11 e atualizado em 25/03/2020 12:41
325 exibições
Casa Branca e Senado americano vão injetar US$ 2 trilhões na economia americana

LOGO nalogo

A quarta-feira (25) começa com leves altas para os preços internacionais do milho futuro na Bolsa de Chicago (CBOT). As principais cotações registravam ganhos entre 1,25 e 2,25 pontos por volta das 08h50 (horário de Brasília).

O vencimento maio/20 era cotado à US$ 3,49 com valorização de 2,25 pontos, o julho/20 valia US$ 3,53 com alta de 1,25 pontos, o setembro/20 era negociado por US$ 3,57 com elevação de 1,25 pontos e o dezembro/20 tinha valor de US$ 3,66 com ganho de 1 ponto.

Segundo informações do site internacional Successful Farming, os grãos estão ligeiramente mais altos na negociação noturna depois que um plano de estímulo econômico de US$ 2 trilhões foi elaborado pelo Senado americano.

A Casa Branca e o Senado chegaram a um acordo com o líder da maioria no Senado, Mitch McConnell, e o líder das minorias, Chuck Schumer, anunciando o acordo por volta das 13 horas em Washington.

“Os detalhes do acordo ainda não foram divulgados, mas os relatórios indicam que US$ 500 bilhões serão destinados a ajudar empresas com dificuldades, US$ 350 bilhões serão gastos em empréstimos a pequenas empresas, US$ 250 bilhões serão utilizados para pagamentos diretos aos americanos e US$ 250 bilhões serão destinados a seguro desemprego”, aponta o analista Tony Dreibus.

Relembre como fechou o mercado na última terça-feira:

>> Milho: preços baixos atraem compras e cotações fecham a 3ªfeira com altas em Chicago

Tags:
Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário