Milho: Chicago tem leves quedas antes dos relatórios do USDA desta 5ªfeira

Publicado em 09/04/2020 12:20 170 exibições
B3 também opera em queda

LOGO nalogo

Os preços internacionais do milho futuro reverteram as posições da manhã e passaram a operar em campo negativo nesta quinta-feira (09) na Bolsa de Chicago (CBOT). As principais cotações registravam perdas entre 0,50 e 0,75 pontos por volta das 11h59 (horário de Brasília).

O vencimento maio/20 era cotado à US$ 3,29 com queda de 0,50 pontos, o julho/20 valia US$ 3,35 com baixa de 0,50 pontos, setembro/20 era negociado por US$ 3,39 com desvalorização de 0,75 pontos e o dezembro/20 tinha valor de US$ 3,48 com perda de 0,75 pontos.

O mercado aguarda que o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) libere os relatórios mensais WASDE hoje, bem como relatórios semanais de exportação. Este será o primeiro relatório WASDE desde as consequências econômicas da pandemia de Coronavírus.

De acordo com o site internacional Farm Futures, os estoques finais de milho serão ajustados após o colapso da demanda por etanol em meados de março, após o ataque da guerra de preços do petróleo entre a Arábia Saudita e a Rússia.

“O colapso da indústria de etanol dos EUA provavelmente provocará ondas globais no mercado internacional de milho, aumentando os estoques mundiais e os suprimentos domésticos”, aponta a analista Jacqueline Holland.

B3

A bolsa brasileira também operava com leves desvalorizações para os preços futuros do milho nesta quinta-feira, com as principais cotações se movimentando em até 1,15% negativo por volta das 11h31 (horário de Brasília).

O vencimento maio/20 era cotado à R$ 46,50 com perda de 0,64%, o julho/20 valia R$ 43,85 com queda de 0,34%, o setembro/20 era negociado por R$ 42,70 com baixa de 0,91% e o novembro/20 tinha valor de R$ 44,78 com desvalorização de 1,15%.

Tags:
Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário