Milho: cotações seguem com poucas flutuações nesta sexta-feira

Publicado em 15/05/2020 12:01 e atualizado em 15/05/2020 16:58 312 exibições
Recuperação do etanol ajuda em Chicago

LOGO nalogo

Os preços futuros do milho operavam em baixa na Bolsa Brasileira (B3) nesta sexta-feira (15). As principais cotações registravam movimentações negativas entre 0,26% e 1,50% por volta das 11h49 (horário de Brasília).

O vencimento maio/20 era cotado à R$ 50,71 com queda de 0,26%, o julho/20 valia R$ 46,77 com desvalorização de 1,50% e o setembro/20 era negociado por R$ 45,51 com perda de 1,28%.

As cotações do mercado futuro seguiam as movimentações do dólar, que por volta das 11h57 (horário de Brasília) caiam 0,51% valendo R$ 5,79.

Mercado Externo

Já a Bolsa de Chicago (CBOT) registrava resultados em campo misto para os preços internacionais do milho futuro. As principais cotações registravam flutuações entre 0,25 pontos negativos e 1,50 pontos positivos por volta das 11h47 (horário de Brasília).

O vencimento julho/20 era cotado à US$ 3,19 com valorização de 1,50 pontos, o setembro/20 valia US$ 3,22 com alta de 0,75 pontos, o dezembro/20 era negociado por 3,31 com estabilidade e o março/21 tinha valor de R$ 3,44 com queda de 0,25 pontos.

Segundo informações do site internacional Farm Futures, os preços do milho receberam um aumento de preço do complexo energético esta manhã, já que a produção de etanol segue a demanda de energia mais alta em meio à recuperação da pandemia do COVID-19.

Além disso, a publicação ainda destaca que uma previsão do tempo de fim de semana encharcada que limitaria o progresso do plantio também contribuiu para os ganhos desta manhã.

Tags:
Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário