Exportações brasileiras de milho em maio ficam 97,14% abaixo do que mesmo mês de 2019

Publicado em 01/06/2020 15:46 230 exibições

LOGO nalogo

O Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços divulgou, por meio da Secretaria de Comércio Exterior, seu relatório semanal que aponta as exportações acumuladas de diversos produtos agrícolas até o final do mês de maio.

Segundo o levantamento, as exportações de milho não moído atingiram a média de 1.246,7 toneladas por dia útil até o final da semana que acabou em 29 de maio. No mesmo período do ano anterior, a média diária foi 43.530,3 toneladas, o que representa uma queda de 96,52%.

Em termos totais, o quinto mês de 2020 teve exportações de 24.933,3 toneladas contra as 957.666,9 toneladas de mesmo período do ano passado. Já em termos financeiros, o Brasil exportou um total de US$ 6.704,8 no período, contra US$ 178.345,7 mil do mesmo mês em 2019.

De acordo com o superintendente de informações do agronegócio da Conab, Cleverton Santana, as exportações no ciclo 2019/20 foram as maiores já registradas com 41 milhões de toneladas embarcadas. Para este ciclo 2020/21 a Conab espera redução do volume total para 34,5 milhões de toneladas, patamar que seria o segundo maior já atingido.

Segundo o presidente da Abramilho (Associação Brasileira dos produtores de Milho), Sérgio Bortolozzo, as exportações seguem bastante menores do que o registrado em 2019, e o Brasil deve embarcar algo entre 30 e 32 milhões de toneladas em 2020 contra as 42 milhões do ano passado, retornando aos patamares anteriores com seus mercados já consolidados e direcionando o restante para o consumo interno.

Tags:
Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário