Imea aponta que 8,30% do milho já foi colhido em Mato Grosso

Publicado em 16/06/2020 09:16 105 exibições

LOGO nalogo

O Imea (Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária) divulgou relatório apontando que o estado já colheu 8,30% do total da área cultiva com milho no estado, um avanço de 3,96 pontos percentuais quando comparado à última semana.

“Conforme a umidade dos grãos vem diminuindo em várias regiões do estado, alguns produtores começaram a intensificar os trabalhos a campo”, diz o boletim.

Apesar do avanço, os trabalhos segue atrasados ante aos 16,85% que eram registrados neste mesmo período de 2019, influenciados pela semeadura mais adiantada e pelo clima mais propício para a colheita naquele momento.

Ao passo que a colheita segue, os preços do cereal recuaram no Mato Grosso fechando a semana à R$ 34,72 a saca, uma queda semanal de 2,40%. Até o momento, os produtores do estado já negociaram 85,11% desta safra, 15,90 pontos percentuais a mais do que no ano passado, e já avançaram com 35,10% de vendas para a safra 2020/21.

O Instituto destaca ainda que, os custos para a safra 2020/21 foram revisados para cima, seguindo a alta do dólar que teve cotação média de R$ 5,64 no mês de abril. Com isso, fungicidas e herbicidas ficaram 2,80% e 2,24% mais altos respectivamente. Do mesmo modo os custos operacionais se elevaram e ficaram estimados em R$ 2.847,92 por hectare, aumento de 5,45% na comparação com a safra 2019/20 e 17,99% em relação à 2018/19.

“Tal aumento nos custos entre as safras reflete o patamar cambial regido no ano de 2020, colocando o produtor em atenção aos desafios de como gerenciar seus gastos da melhor maneira”.

Confira o boletim completo no site do Imea.

 

Tags:
Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário