Milho: B3 se movimenta pouco seguindo dólar volátil nesta quinta-feira

Publicado em 25/06/2020 12:27 e atualizado em 25/06/2020 17:15 153 exibições
Chicago cai esperando dados de exportação do USDA

LOGO nalogo

Os preços futuros do milho registram poucas movimentações na Bolsa Brasileira (B3) nesta quinta-feira (25). As principais cotações operavam com flutuações entre 0,11% negativo e 0,33% positivo por volta das 12h14 (horário de Brasília).

O vencimento julho/20 era cotado à R$ 46,10 com valorização de 0,33%, o setembro/20 valia R$ 44,33 com elevação de 0,18% e o novembro/20 era negociado por R$ 46,95 com perda de 0,11%.

De acordo com a análise da Agrifatto Consultoria, as cotações na B3 se valorizam com a alta do dólar, mas com a safra norte-americana e ucraniana com bons números, o milho brasileiro sofrerá uma grande competição.

Por volta das 12h21 (horário de Brasília), o dólar subia 0,18% e era cotado à R$ 5,33.

Mercado externo

Já os preços internacionais do milho futuro perderam ainda mais força nesta quinta-feira (25) na Bolsa de Chicago (CBOT). As principais cotações registravam movimentações negativas entre 8,00 e 8,75 pontos por volta das 12h11 (horário de Brasília).

O vencimento julho/20 era cotado à US$ 3,15 com queda de 8,50 pontos, o setembro/20 valia US$ 3,18 com desvalorização de 8,75 pontos, o dezembro/20 era negociado por US$ 3,25 com baixa de 8,75 pontos e o março/21 tinha valor de US$ 3,36 com perda de 8,00 pontos.

Segundo informações da Agência Reuters, O milho cai para uma quarta sessão consecutiva com o clima geralmente favorável para as lavouras nos Estados Unidos, o que suporta perspectivas de uma safra grande e decepcionantes dados semanais de vendas de exportação nos EUA.

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) reportou vendas de exportação de milho dos EUA na semana encerrada em 18 de junho em 538.600 toneladas (combinadas com as safras antiga e nova), perto do limite inferior das expectativas comerciais de 400.000 a 1.100.000 toneladas.

Tags:
Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário