Milho segue subindo na B3 apoiado na oferta restrita

Publicado em 09/07/2020 12:15 e atualizado em 09/07/2020 16:43 278 exibições
Chicago se valoriza em rodada de compras técnicas

LOGO nalogo

Os preços futuros do milho operam em alta na Bolsa Brasileira (B3) nesta quinta-feira (09). As principais cotações registravam movimentações positivas entre 0,61% e 0,77% por volta das 12h00 (horário de Brasília).

O vencimento julho/20 era cotado à R$ 50,65 com elevação de 0,62%, o setembro/20 valia R$ 48,16 com valorização de 0,77%, o novembro/20 era negociado por R$ 49,70 com ganho de 0,61% e o janeiro/21 tinha valor de R$ 50,70 com estabilidade.

De acordo com análise da Agrifatto Consultoria, as cotações seguem sustentadas, apoiadas pela oferta restrita do cereal, que segue com a colheita andando a passos lentos. O contrato setembro avança pela 9º dia consecutivo.

Mercado Externo

Os preços internacionais do milho futuro também subiam na Bolsa de Chicago (CBOT) nesta quinta-feira. As principais cotações registravam movimentações positivas entre 4,50 e 6,75 pontos por volta das 12h02 (horário de Brasília).

O vencimento julho/20 era cotado à US$ 3,55 com valorização de 6,75 pontos, o setembro/20 valia US$ 3,52 com alta de 6,00 pontos, o dezembro/20 era negociado por US$ 3,59 com ganho de 5,00 pontos e o março/21 tinha valor de US$ 3,69 com elevação de 4,50 pontos.

Segundo informações do site internacional Farm Futures, os preços do milho subiram nesta manhã em uma rodada de compras técnicas depois registrar perdas ontem.

Enquanto isso, a produção de etanol alcançou uma décima semana consecutiva de ganhos no relatório de status do inventário de petróleo divulgado ontem pela Administração de Informações sobre Energia dos EUA para a semana que termina em 3 de julho.

“O aumento da demanda foi suportado por uma demanda mais forte de combustível durante os primeiros dias do feriado do Dia da Independência”, diz a analista Jacqueline Holland.

Tags:
Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário