Milho: B3 acompanha volatilidade do dólar nesta quarta-feira

Publicado em 15/07/2020 11:56 e atualizado em 15/07/2020 17:01 494 exibições
Chicago segue caindo apesar de compras chinesas

LOGO nalogo

A quarta-feira (15) segue com os preços futuros do milho voláteis na Bolsa Brasileira (B3). As principais cotações registravam movimentações entre 0,58% negativo e 0,44% positivo por volta das 11h49 (horário de Brasília).

O vencimento julho/20 era cotado à R$ 49,82 com alta de 0,44%, o setembro/20 valia R$ 46,59 com queda de 0,45%, o novembro/20 era negociado por R$ 47,74 com perda de 0,54% e o janeiro/20 tinha valor de R$ 49,80 com baixa de 0,58%.

O dólar também registrou uma manhã volátil nas movimentações cambiais testando altas e baixas. Por volta das 11h56 (horário de Brasília), a moeda americana caia 0,72% sendo cotada à R$ 5,32.

Mercado Externo

A Bolsa de Chicago (CBOT) manteve as quedas para os preços internacionais do milho futuro nesta quarta-feira. As principais cotações registravam movimentações negativas entre 1,50 e 2,00 pontos por volta das 11h44 (horário de Brasília).

O vencimento setembro/20 era cotado à US$ 3,24 com baixa de 1,50 pontos, o dezembro/20 valia US$ 3,32 com desvalorização de 1,75 pontos, o março/21 era negociado por US$ 3,42 com perda de 1,75 pontos e o maio/21 tinha valor de US$ 3,49 com queda de 2,00 pontos.

Segundo informações do site internacional Barchart, o milho pouco mudou sustentado pelos riscos climáticos do Meio-Oeste e demanda chinesa, mas limitado por amplos estoques e incerteza em relação ao impacto na economia de uma nova epidemia de coronavírus.

“O USDA reportou mais vendas de exportação para a China, o que significa que os preços mais altos dos que prevaleceram na semana passada não estão desencorajados para compradores na China”, disse Tobin Gorey, diretor de agricultura e estratégia do Commonwealth Bank of Australia.

Tags:
Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário