Milho cai na B3 com dólar volátil pressionando

Publicado em 04/08/2020 11:53 e atualizado em 04/08/2020 16:30 390 exibições
Chicago se desvaloriza após números do USDA

LOGO nalogo

Os preços futuros do milho seguem caindo na Bolsa Brasileira (B3) nesta terça-feira (04). As principais cotações registravam movimentações negativas entre 0,28% e 0,44% por volta das 11h49 (horário de Brasília).

O vencimento setembro/20 era cotado à R4 52,64 com queda de 0,30%, o novembro/20 valia R$ 53,54 com perda de 0,30%, o janeiro/21 era negociado por R$ 53,80 com baixa de 0,28% e o março/21 tinha valor de R$ 53,80 com desvalorização de 0,44%.

O dia também é volátil para o dólar nas flutuações cambiais. Por volta das 11h52 (horário de Brasília) a moeda americana era cotada à R$ 5,31 com perda de 0,12%.

Mercado Externo

A Bolsa de Chicago (CBOT) também mantêm seu caminho de queda para os preços internacionais do milho futuro nesta terça-feira. As principais cotações registravam movimentações negativas entre 5,25 e 5,50 pontos por volta das 11h41 (horário de Brasília).

O vencimento setembro/20 era cotado à US$ 3,12 com baixa de 5,25 pontos, o dezembro/20 valia US$ 3,23 com desvalorização de 5,50 pontos, o março/21 era negociado por US$ 3,34 com perda de 5,50 pontos e o maio/21 tinha valor de US$ 3,42 com queda de 5,25 pontos.

Segundo informações do site internacional Farm Futures, os contratos futuros do milho foram mais baixos depois que as condições favoráveis ​​de desenvolvimento das culturas foram relatadas no relatório de progresso de safra de ontem, apesar das condições de umidade do solo seco no Meio-Oeste.

“As leves e dispersas chuvas nas Planícies Centrais e no Vale Central do Rio Mississippi na semana passada forneceram suficiente reposição dos níveis de umidade do solo para levar o USDA a manter uma classificação semanal de 72% de bom a excelente para a safra de milho dos EUA pela segunda semana consecutiva”, destaca a analista Jacqueline Holland.

Tags:
Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário