Milho: CBOT abre a 4ªfeira em alta e puxa B3

Publicado em 05/08/2020 09:22 e atualizado em 05/08/2020 11:53 514 exibições
Seca se espalha por lavouras dos EUA

LOGO nalogo

A quarta-feira (05) começa com alta para as primeiras posições dos preços futuros do milho na Bolsa Brasileira (B3). As principais cotações registravam movimentações positivas de até 1,33% por volta das 09h14 (horário de Brasília).

O vencimento setembro/20 era cotado à R$ 52,46 com ganho de 1,02%, o novembro/20 valia R$ 53,45 com elevação de 1,338%, o janeiro/21 era negociado por R$ 53,20 com estabilidade e o março/21 tinha valor de R$ 53,00 com estabilidade.

Por outro lado, o dólar começou o dia em baixa nas flutuações cambiais com a moeda americana perdendo 0,63% e sendo cotada à R$ 5,25 por volta das 09h21 (horário de Brasília).

Mercado Externo

A Bolsa de Chicago (CBOT) também abriu os trabalhos nesta terça-feira subindo para os preços internacionais do milho futuro. As principais cotações registravam movimentações positivas entre 1,75 e 2,00 pontos por volta das 09h08 (horário de Brasília).

O setembro/20 era cotado à US$ 3,10 com ganho de 2,00 pontos, o dezembro/20 valia US$ 3,22 com alta de 1,75 pontos, o março/21 era negociado por US$ 3,34 com elevação de 1,75 pontos e o maio/21 tinha valor de US$ 3,42 com valorização de 2,00 pontos.

Segundo informações do site internacional Successful Farming, os contratos futuros do milho foram mais altos no comércio noturno, à medida que a seca aumenta em partes do Meio-Oeste, com poucas previsões de chuva em algumas áreas.

A publicação destaca que, cerca de 33% de Iowa estava sofrendo de uma seca moderada ou grave em 28 de julho, acima dos 30% da semana anterior, de acordo com o U.S. Drought Monitor. Três meses antes, zero por cento do estado estava vendo qualquer tipo de condição de seca, disse o monitor.

Grande parte de Nebraska, Minnesota, Missouri e os três quartos do sul de Illinois receberam ampla precipitação no mês passado, mostram dados da NWS.

Relembre com fechou o mercado na última terça-feira:

>> Milho sobe no físico nesta 3ªfeira, mas sente pressão de Chicago na B3

Tags:
Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário