Milho abre a sexta-feira subindo na B3 e na CBOT

Publicado em 04/09/2020 09:21 e atualizado em 04/09/2020 11:57 596 exibições
Clima segue impulsionando preços em Chicago

LOGO nalogo

A sexta-feira (04) começa com os preços futuros do milho subindo na Bolsa Brasileira (B3). As principais cotações registravam movimentações positivas entre 0,53% e 0,99% por volta das 09h14 (horário de Brasília).

O vencimento setembro/20 era cotado à R$ 56,15 com ganho de 0,90%, o novembro/20 valia R$ 55,34 com valorização de 0,99%, o janeiro/21 era negociado por R$ 55,70 com alta de 0,81% e o março/21 tinha valor de R$ 44,19 com elevação de 0,53%.

Mercado Externo

Os preços internacionais do milho futuro também começaram o dia subindo na Bolsa de Chicago (CBOT). As principais cotações registravam movimentações positivas entre 3,50 e 4,25 pontos por volta das 09h04 (horário de Brasília).

O vencimento setembro/20 era cotado à US$ 3,48 com alta de 3,50 pontos, o dezembro/20 valia US$ 3,58 com valorização de 4,25 pontos, o março/21 era negociado por US$ 3,68 com elevação de 4,00 pontos e o maio/21 tinha valor de US$ 3,75 com ganho de 3,75 pontos.

Segundo informações do site internacional Successful Farming, os futuros do milho subiram no comércio da madrugada, à medida que a seca se espalhava em partes do meio-oeste.

O U.S. Drought Monitor em um relatório ontem disse que as condições de seca em Iowa e Illinois, os maiores produtores de milho, aumentaram na semana até 1º de setembro.

Cerca de 83% de Iowa está sofrendo de algum nível de seca, contra 61% na semana anterior, disse o monitor. Enquanto putros 15% do estado, uma grande parte nos condados do meio-oeste, estão sob uma seca extrema, o que indica que “grandes perdas de safras e pastagens” são iminentes e a escassez de água é generalizada.]

Já em Illinois, as condições não são tão terríveis, embora 26% do estado esteja passando por algum tipo de seca, contra apenas 4,3% na semana anterior.

Relembre como fechou o mercado na última quinta-feira:

>> Preço do milho cai mais uma vez nesta 5ªfeira com compradores afastados do balcão

Tags:
Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário