Exportação de milho em janeiro já é de 1,243 milhão de toneladas e se aproxima da estimativa da Anec

Publicado em 18/01/2021 15:25 170 exibições
Associação espera 2,121 milhões de toneladas neste mês

LOGO nalogo

O Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços divulgou, por meio da Secretaria de Comércio Exterior, seu relatório semanal que aponta as exportações acumuladas de diversos produtos agrícolas até o final da segunda semana de janeiro.

Nestes primeiros 10 dias úteis do mês, o Brasil exportou 1.243.199 toneladas de milho não moído. Este volume representa um aumente de 601.884,2 toneladas com relação ao que foi contabilizado na última semana (641.314,8) e já é 24,83% de tudo o que foi embarcado durante o mês de dezembro (5.006.035,8 toneladas).

Com isso, a média diária de embarques ficou em 124.319,9 toneladas, patamar 45,36% menor do que a média do mês passado (227.547,1 toneladas). Em comparação ao mesmo período do ano passado, a média de exportações diárias ficou 29,80% maior do que as 95.781,3 do mês de janeiro de 2020.

Em termos financeiros, o Brasil exportou um total de US$ 246.877,50 no período, contra US$ 359.831,00 de todo janeiro do ano passado. Já na média diária, o atual mês contabilizou acréscimo de 50,94% ficando com US$ 24.687,80 por dia útil contra US$ 16.314,80 em janeiro do ano passado.

O preço por tonelada obtido também registrou elevação de 16,29% no período, saindo dos US$ 170,80 do ano passado para US$ 198,60 neste mês de janeiro.

A Anec (Associação Nacional dos Exportadores de Cereais) espera que o Brasil exporte 2,121 milhões de toneladas de milho neste primeiro mês de 2021, patamar que seria 80,66% maior do que as 1,174 milhões de janeiro de 2020.

Para chegar nesta projeção, o país precisa embarcar outras 877.801 toneladas nos 10 dias úteis restantes. Caso mantenha a média de exportações diárias atuais, o mês se encerraria com o total de 2.486.398, superando assim as expectativas da Anec.

Tags:
Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário