B3 passa a operar no campo positivo nesta 5ªfeira

Publicado em 30/06/2022 11:52
Chicago segue em baixa esperando mais área plantada nos EUA

Logotipo Notícias Agrícolas

Os preços futuros do milho ganharam força e se sustentaram no campo positivo da Bolsa Brasileira (B3). As principais cotações flutuavam na faixa entre R$ 85,10 e R$ 93,20 por volta das 11h49 (horário de Brasília). 

O vencimento julho/22 era cotado à R$ 85,10 com elevação de 0,53%, o setembro/22 valia R$ 88,10 com valorização de 0,92%, o novembro/22 era negociado por R$ 90,49 com ganho de 0,71% e o janeiro/23 tinha valor de R$ 93,20 com alta de 0,64%. 

Mercado Externo 

Já os preços internacionais do milho futuro seguem operando com movimentações baixistas na Bolsa de Chicago (CBOT) ao longo desta quinta-feira. Por volta das 11h41 (horário de Brasília), as principais cotações recuavam à espera dos novos reportes do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos). 

O vencimento julho/22 era cotado à US$ 7,66 com queda de 3,50 pontos, o setembro/22 valia US$ 6,50 com perda de 13,75 pontos, o dezembro/22 era negociado por US$ 6,38 com desvalorização de 15,00 pontos e o março/23 tinha valor de US$ 6,44 com baixa de 14,50 pontos. 

Segundo informações do site internacional Farm Futures, os preços do milho foram negociados mais baixos antes do relatório do USDA de hoje, com os mercados provavelmente sinalizando reações potencialmente de baixa às expectativas de maior área plantada.  

Os preços de energia mais fracos e perspectivas de chuvas acima da média para o Cinturão do Milho durante o início de julho também contribuíram para que os preços do milho caíssem, de acordo com a analista Jacqueline Holland. 

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário