Com demora no ajuste fiscal, Temer conta com juro menor só em 2017

Publicado em 31/08/2016 08:17
49 exibições

A equipe do presidente interino, Michel Temer, já trabalha com a possibilidade de a taxa de juros começar a cair só no próximo ano, diante do ritmo ainda lento de queda da inflação e da demora na aprovação das medidas fiscais propostas pelo governo.

No início de maio, Temer acreditava que a taxa Selic, referência de juros para o mercado financeiro, começaria a ser reduzida pelo Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central na reunião marcada para outubro.

Assessores presidenciais avaliam agora que as melhoras no cenário econômico ainda não são suficientes para o BC cortar a taxa de juros.

A avaliação do governo e dos analistas do mercado é que a taxa básica de juros será mantida em 14,25% ao ano na reunião do Copom que termina nesta quarta (31). Neste ano, o comitê do Banco Central terá mais dois encontros, em outubro e novembro. 

Leia a notícia na íntegra no site Folha de S.Paulo.

Fonte: Folha de S.Paulo

Nenhum comentário