Veja reação dos manifestantes à chuva de ovos de dentro dos ônibus da caravana de Lula

Publicado em 27/03/2018 15:36 e atualizado em 28/03/2018 07:57
10038 exibições
NA/WhatsApp/Gazeta do Povo/Folha

LOGO nalogo

A caravana do ex-presidente Lula que passa pelo Sul do Brasil deverá encerrar seus trabalhos em Guarapuava e na capital paranaense, Curitiba nesta quarta-feira (28). Em ambos os municípios, novos protestos já estão sendo organizados por manifestantes tanto contra quanto a favor do ex-presidente. 

Um vídeo que circula pelas redes sociais mostra a reação dos participantes da comitiva diante da chuva de ovos de dentro dos ônibus da caravana. Veja:

Ônibus da caravana de Lula é atingido por três tiros, segundo organizadores (na FOLHA)

Um dos três ônibus da caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi atingido por três tiros na noite desta terça (26), no Paraná, segundo os organizadores do périplo do petista pela região Sul. 

O veículo, que é ocupado por jornalistas que acompanham o périplo, teve duas perfurações na lataria. Outro suposto tiro atingiu um dos vidros.

O ataque ocorreu no percurso entre as cidades de Quedas do Iguaçu e Laranjeiras do Sul. O coordenador da caravana, Márcio Macedo, informou que ainda vai apurar detalhes do incidente.

O senador Lindbergh Farias (PT) postou em sua conta no Twitter uma foto do furo na lataria dizendo que o ônibus foi atingido por um tiro.

Um dos pneus do ônibus foi furado por ganchos de metal pontiagudo lançados na estrada por opositores do ex-presidente.

A caravana do petista tem sido alvo de protestos em praticamente todas as cidades pelas quais passou nos últimos dias, na região Sul.

No domingo (25), em São Miguel do Oeste, Santa Catarina, manifestantes contrários ao petista receberam os ônibus com ovos e pedras —a janela da frente do ônibus em que estava Lula acabou quebrada. Mais tarde, enquanto o petista falava ao público, o palanque voltou a ser alvo de ovos.

HELICÓPTERO

A Polícia do Paraná negou, nesta terça (27), pedido da coordenação da caravana para aterrissagem de um helicóptero no campo da PM (Polícia Militar) da cidade de Quedas do Iguaçu, onde o petista participou de um evento sobre reforma agrária.

A solicitação foi recusada pelo responsável pelo comando Regional da Polícia Militar do Paraná, em Cascavel, comandante Washington LeeAbe, que assumira provisoriamente a PM de Quedas do Iguaçu.

Esse é o mesmo coronel que causou polêmica ao criticar publicamente a comoção em torno no assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL).

Com a recusa do coronel, a organização da caravana teve que pedir autorização a um centro de exposições — e obteve. Mas, como as fortes chuvas impediram a decolagem do helicóptero, Lula teve que embarcar em um avião para pouso na cidade de Pato Branco, vizinha a Quedas do Iguaçu.

A assessoria da PM afirmou que Lula não pousou em Quedas do Iguaçu devido ao mau tempo.

Protestos esperam Lula em Guarapuava

A noite, a previsão é de que Lula e sua comitiva sigam para Guarapuava. Na cidade, uma moção de repúdio à presença do ex-presidente de autoria do vereador Valdomiro Batista foi aprovada na Câmara dos Deputados. A votação foi acompanhada com a casa cheia e sob forte manifestação, como mostra o vídeo abaixo. 

Moção de Repúdio Guarapuava



Nesta segunda-feira (26), após o discurso que fez na praça central de Francisco Beltrão/PR, o petista seguiu para o aeroporto do município em que pegou um jatinho para ir até Foz do Iguaçu, onde se encontrou com as lideranças locais e com o ex-presidente do Paraguai, Fernando Lugo e a ex-presidente da Argentina, Cristina Kirchnner. 

Os produtores rurais de cidades próximas a Foz do Iguaçu também se reuniram para protestar contra a ida do ex-presidente à região. Segundo Anderson Fontana, muitos manifestantes estavam seguindo para sede do Sindicato dos Eletricitários de Foz, para fazer mais protestos. "Como sou filho de produtor rural, sinto no direito de protestar contra o Lula, que nunca fez nada por nosso estado", afirma.

De acordo com o secretário do Sindicato Rural do município, Paulo Hoepers, que os protestos foram organizados pelos próprios agricultores da cidade e das regiões próximas. “Nós do sindicato não organizamos nenhum protesto contra o ex-presidente. Os produtores que estavam indignados resolveram se reunir sem o nosso apoio”, reitera. 

Ainda na noite de ontem, o ex-presidente reafirmou que pretende se candidatar à Presidência da República, mesmo com os processos judiciais que responde.  Ainda, o petista criticou a atitude dos manifestantes que impediram a passagem da caravana pelo o sul do país. 

O Paraná: "Acuado, Lula “dribla” manifestantes"

A chegada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Paraná não foi nada amistosa. Logo pela manhã, ontem, ao chegar a Francisco Beltrão, no Sudoeste do Estado, manifestantes bloquearam a rodovia impedindo que o ônibus que o levava acessasse a cudade. Ele migrou então em um carro de passeio e conseguiu chegar à praça central. 

Leia a íntegra no site do jornal O Paraná

Bem Paraná: Lula sugere que manifestantes do Paraná guardem rojões para sua posse

CATIA SEABRA FRANCISCO BELTRÃO, PR (FOLHAPRESS) - Uma hora depois de ser obrigado a usar um carro de passeio para chegar ao centro de Francisco Beltrão, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ironizou nesta segunda-feira (26) os manifestantes que bloquearam o acesso de sua caravana à cidade. "Fico satisfeito quando vejo esses meninos soltarem rojão. Fiz campanha em 1989, 1994 e 1998 e não tinha dinheiro para soltar rojão. Queria pedir para eles: guardem o rojão para soltar quando eu tomar posse no dia 1º de janeiro". Ao discursar, Lula voltou a criticar o uso de ovos para atingi-lo, afirmando que essa uma demonstração de descaso com os mais pobres.

Leia a íntegra no site Bem Paraná

Veja como foram as manifestações em Francisco Beltrão, no Paraná, e São Miguel do Oeste, em Santa Catarina, no final de semana:

>> Lula já está em Foz do Iguaçu-PR para participar de evento

>>  PM age contra manifestantes com bombas de gás para evitar confronto

>> Caravana novamente debaixo de ovos e pedras. Agora, em S. Miguel do Oeste

O Antagonista: A caravana de paz

Ao lado de Paulo Pimenta e Gleisi Hoffmann, Lula disse que sua caravana é de paz.

“Menos ódio e mais amor”, pediu o condenado, o mesmo que estimulou o ódio no país.

E veja ainda, no link a seguir, o artigo de Eliane Catanhêde na edição desta terça-feira no site do Estadão:

>> Preocupa a reação de Lula, que não poupa amea

Por: Carla Mendes e Andressa Simão
Fonte: NA/WhatsApp/Gazeta do Povo/Folha

Nenhum comentário