Operações seguem normais no porto de Santos e medidas preventivas são adotadas, diz Ministério

Publicado em 18/03/2020 11:08 e atualizado em 19/03/2020 07:31 3042 exibições

LOGO nalogo

A crise do Coronavírus começa a tomar novos patamares e pode afetar diretamente as embarcações brasileiras. Após o número de casos suspeitos subirem de maneira expressiva em todo o país,  governos estaduais e municipais suspenderam diversas atividades. Diante do avanço da doença, a diretoria do Sindicato dos Estivadores de Santos, São Vicente, Guarujá e Cubatão decidiu a paralisação total das operações no porto de Santos pelo período de quarentena determinado pelos órgãos governamentais. 

"Considerando que todos os órgãos governamentais pararam suas operações físicas, esta diretoria delibera que haja paralisação total das operações no Porto de Santos pelo período instituído de quarentena", afirma a carta assinada pelo presidente do sindicato, Rodnei Oliveira da Silva. 

O Ministério de Infraestrutura retornou ao Notícias Agrícolas, afirmando que as atividades seguem dentro do esperado nesta quarta-feira (18) no terminal de Santos. 

"Com relação a informações de que o Porto de Santos terá suas operações paralisadas devido ao risco de contaminação do Covid-19, a Santos Port Authority (SPA) informa que, em conjunto com a comunidade portuária, atua para garantir o pleno funcionamento do Porto de Santos, respeitando as determinações das autoridades de Saúde", afirmou via assessoria de imprensa. 

A SPA reiterou ainda que o Porto de Santos está operacional e que os acessos marítimos e rodoviários estão abertos sem qualquer restrição. Adicionamento, a SPA tomou medidas que visam proteger seus empregados, clientes e parceiros de eventuais riscos de contágio. 

Veja o comunicaco oficial: 

Com relação a informações de que o Porto de Santos terá suas operações paralisadas devido ao risco de contaminação do Covid-19, a Santos Port Authority (SPA) informa que, em conjunto com a comunidade portuária, atua para garantir o pleno funcionamento do Porto de Santos, respeitando as determinações das autoridades de Saúde.

A SPA reitera que o Porto de Santos está operacional e que os acessos marítimos e rodoviários estão abertos sem qualquer restrição. Adicionamento, a SPA tomou medidas que visam proteger seus empregados, clientes e parceiros de eventuais riscos de contágio. Veja abaixo um resumo das medidas que SPA já adotou:

1)       Criação de um grupo interdisciplinar de profissionais da SPA para a atuar em linha com as determinações da Anvisa na prevenção à covid-19;

2)       Produção de panfletos e cartazes, em três línguas – Português, Inglês e Mandarim -, com informações sobre a doença e meios de prevenção;

3)       Instalação de distribuidores de álcool gel em mais de 60 pontos do Porto de Santos;

4)       Compra de equipamentos de proteção individual específicos para quem precisar subir a bordo de navio com tripulante suspeito de estar contaminado;

5)       Exercício simulado de atendimento à chegada de navio com tripulante suspeito de contaminação;

6)       Determinação de home office para empregados que chegam do exterior, bem como suspender, por tempo indeterminado, viagens a trabalho;

7)       Vedação do acesso de pessoas que não trabalham no cais à área primária;

8)       Vedação de reuniões, treinamentos, visitas técnicas e atividades não essenciais, dando preferência às teleconferências;

9)       Determinação de reunião de atracação não presencial (via web);

10)     Possibilidade de home office para empregados dos grupos de maior risco (acima de 60 e portadores de enfermidades crônicas) ou com outras necessidades de ausentar-se do local de trabalho (pais com crianças pequenas sem cuidadores, por exemplo).

Novas medidas poderão ser tomadas a qualquer tempo em acordo com as autoridades de Saúde competentes.

Veja a carta do Sindicato na íntegra abaixo:

carta sindicato estivadores

Todo o setor agrícola do país vem enfrentando impactos pelo Coronavírus, principalmente nos preços das commodities nas bolsas de Chicado e Nova York, que vem registrando movimentações expressivas dia após dia. Além disso, todo o setor mundial começa a se preocupar também com a demanda mundial de alimentos e principalmente com os impactos que a crise ainda trará para o setor financeiro. 

Segundo o Estadão, o número de casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus no mundo ultrapassou a marca de 200 mil nesta quarta-feira, mais do que dobrando em apenas duas semanas, apesar da adoção de medidas globais de restrição a viagens e da imposição de quarentenas em vários países.

Na manhã de hoje, eram contabilizados 201.530 casos confirmados da doença, segundo dados coletados pela Universidade Johns Hopkins. O total de mortes causadas pela doença também mais do que dobrou nas duas últimas semanas, para 8.007.

138894682_15845912803061n.jpg

O maior navio de contêineres do mundo, MSC Isabella, atraca no porto de Xiamen. (Foto fornecida pela Xiamen Port Holding Group Co., Ltd)

Maiores navios de contêineres do mundo atracam em porto chinês

Xiamen, 18 mar (Xinhua) -- Os maiores navios de contêineres do mundo, o MSC Isabella e o MSC Mia, atracaram no porto de Xiamen, Província de Fujian, no leste da China, na terça e quarta-feira, respectivamente.

Foi a primeira vez que os navios gêmeos visitaram o porto chinês.

O MSC Isabella é o novo navio que integrará o "Silk Road Shipping", uma aliança iniciada no final de 2018 por dezenas de portos, transportadoras e prestadores de serviços logísticos nos países ao longo do Cinturão e Rota.

Operando em sua máxima capacidade, o Terminal de Contêineres Songyu de Xiamen carregará e descarregará cerca de 3 mil contêineres em 16 horas para o MSC Isabella. O navio transportará mercadorias, incluindo tecidos, produtos eletrônicos, frutos do mar e necessidades diárias para Cingapura, Malásia, Sri Lanka, Omã e Marrocos, informaram fontes do porto.

Cada um dos dois navios tem capacidade para 23.756 TEUs, com 224.900 toneladas de capacidade de carga total.

O Xiamen é um importante porto para a Iniciativa do Cinturão e Rota. Em 2019, cerca de 70 navios com destino aos países do Cinturão e Rota atracaram em Xiamen semanalmente. No entanto, o número caiu acentuadamente em fevereiro devido ao inesperado surto do novo coronavírus.

De acordo com a Xiamen Port Holding Group Co., Ltd., a chegada das duas embarcações indica uma recuperação do transporte nas rotas do "Silk Road Shipping" via Xiamen.

Segundo recentes estatísticas, 82 navios com destino aos países do Cinturão e Rota pararam no porto de Xiamen nas duas primeiras semanas de março, com um volume total de 87.200 TEUs, um aumento mensal de 74,5% e 134,8%, respectivamente.

138894682_15845912803071n.jpg

O maior navio de contêineres do mundo, MSC Isabella, atraca no porto de Xiamen. (Foto fornecida pela Xiamen Port Holding Group Co., Ltd)

 

 

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas/Xinhua

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário