Grãos: Possibilidade de chuvas na América do Sul trazem volatilidade ao mercado

Publicado em 06/01/2012 13:36 1289 exibições
Depois do fechamento expressivamente negativo desta quinta-feira, os grãos operam com volatilidade hoje na Bolsa de Chicago. O mercado ampliou os gnahos registrados no pregão noturno voltando seu foco, novamente, para os problemas climáticos pelo qual passa a América do Sul, porém, logo passaram para o terreno negativo.

O clima continua bastante quente e seco no Brasil, na Argentina, no Paraguai e em mais países produtores da América Latina e isso vem trazendo algum suporte para os grãos negociados em Chicago.

No entanto, não há novidades significativas que possam trazer novas altas expressivas ao mercado e limitam as registradas hoje. Além disso, os investidores ainda se deparam com a possibilidade de chuvas em partes que vêm sofrendo com a estiagem, principalmente na Argentina, na semana que vem.

Nesta sexta-feira, em uma sessão típica de final de semana, com o mercado registrando pouca oscilação, as cotações também podem se apoiar no dia positivo do mercado financeiro. Ao redor do mundo, a sexta é de alta para as principais bolsas de valores, além do petróleo operando em alta na Bolsa de Nova York.

Às 14h33 (horário de Brasília), o contrato maio/12 da soja, referência para a safra brasilera, operava com alta de 2,50 pontos, a US$ 12,21 por bushel. O milho, no mesmo vencimento, era cotado a US$ 6,54/bushel, subindo 3 pontos. Porém, logo em seguida o mercado, que opera bastante volátil na sessão regular de hoje, já tinha leves recuos.

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário