Soja: Sem direção, mercado opera com volatilidade em Chicago

Publicado em 04/04/2012 12:18 807 exibições
O mercado internacional de grãos busca direcionamento nesta quarta-feira e opera com volatilidade na sessão regular de hoje. Os últimos números divulgados pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) surpreenderam o mercado e agora tiram um pouco da definição do rumo que os negócios irão tomar. 

No mercado da soja, os futuros iniciaram a sessão em campo negativo, registrando baixas de menos de 1 ponto nos principais vencimentos. Rapidamente passaram para o lado positivo da tabela, com altas tampouco expressivas, mas voltaram a recuar. 

Mas, às 12h15 (horário de Brasília), os contratos mais próximos operavam em terreno positivo, com altas de pouco mais de 3 pontos. Volatilidade é a palavra desta quarta-feira.

De um lado, temos o cenário fundamental positivo para os negócios. O momento é de demanda bastante aquecida, principalmente por parte da China, que esta semana já comprou mais 120 mil toneladas da oleaginosa dos EUA e pode aumentar seu esmagamento de soja este ano. 

Porém, essa demanda aquecida enfrenta tempos de oferta bastante restrita, com a quebra na produção da América do Sul, mais severamente no Brasil e na Argentina, e com a estimativa de redução na área destinada à soja nos Estados Unidos na safra 2012/13. 

No entanto, por outro lado, preocupações com a fragilidade da economia mundial, em especial a Europa, pesam sobre os negócios e pressionam as cotações nesta quarta-feira. O foco agora é a questão da dívida da Espanha e temores de uma nova recessão no continente europeu.  
Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

1 comentário

  • Vilson Ambrozi Chapadinha - MA

    Tem muita agua pra rolar sobre a colheita da america do sul,a Argentina só divulgou(via Bolsa de Buenos Aires) colheitas de 8% do total,com 2000 Kg por ha média.As projeções de 45 mi ton são para uma média de 2400 Kg,Possuem 13% da área plantada em final de janeiro e até inicio de fev.Já tiveram geadas ,o fotoperiodo encurtou demais o ciclo e a produtividade desta area é estimada em 1800 kg .Com certeza ,terão que revizar para baixo ,e não pouco,talvez menos 5 mi ton.e dai.......que isso será muito maior que a redução de area dos EUA.

    0