Chicago: Demanda aquecida leva soja a fechar com quase 20 pts de alta

Publicado em 12/04/2012 16:32 1450 exibições
Nesta quinta-feira, a soja se recuperou das recentes perdas e fechou o dia com mais de 20 pontos de altas nos contratos mais próximos. A forte demanda pela oleaginosa norte-americana está dando um sólido suporte aos futuros da negociados na Bolsa de Chicago. O pregão noturno foi encerrado com modestas altas, porém, na sessão regular, os ganhos foram ampliados, permitindo um fechamento bastante positivo. 

Hoje, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) anunciou a venda de 115 mil toneladas de soja para a China, com entrega de 55 mil na temporada 11/12 e 100 mil na temporada 12/13, e mais 189 mil toneladas a destinos não revelados. 

As vendas confirmam o momento de demanda aquecida em tempos de uma oferta mundial bastante restrita, principalmente em função da quebra da safra da América do Sul causada pela seca. A situação, portanto, é de um quadro fundamental ainda bastante positivo e sólido. 

Nas últimas sessões, a soja registrou sessões de realização de lucros após ter atingido os melhores patamares de preços em sete meses. No entanto, como já havia sido sinalizado pelos analistas, as baixas seriam rapidamente compradas e é isso que pode ser visto nesta quinta-feira em Chicago. 

O milho também operou em terreno positivo no pregão de hoje, porém, encerrou a quinta-feira no misto. O cereal encontrou impulso no bom desempenho dos mercados vizinhos e também nas altas registradas pelo petróleo. As oscilações foram bem leves e os ganhos registrados não chegaram aos 2 pontos. 

Em um dia positivo, o trigo acompanhou a soja e o milho e também fechou em alta. Porém, as cotações do grão focaram ainda as condições climáticas adversas em importantes regiões produtoras dos Estados Unidos, com a possibilidade de geadas em parte do cinturão.

Veja como ficaram as cotações no fechamento desta quinta-feira em Chicago:



Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

1 comentário

  • Angelo Miquelão Filho Apucarana - PR

    Não sei se podemos comemorar ou devemos por a barba de molho! Vem chumbo por ai, insumos sobem, soja baixa e os custos ficam lá em cima por muito mais tempo que o soja. Espero estar enganado!

    0