Soja: Oil World estima mercado com preços firmes nos próximos meses

Publicado em 12/06/2012 14:46 1486 exibições
A Oil World afirmou nesta terça-feira (12) que os preços da soja deverão se manter firmes encontrando sustentação na aquecida exportação norte-americana da oleaginosa.  

No intervalo entre setembro setembro de 2012 e fevereiro 2013, a previsão da consultoria alemã é de que as exportações de soja dos EUA registre um aumento de aproximadamente 40%. Esse aumento deve-se à mudança de foco da demanda depois das perdas ocasionadas na produção da América do Sul por conta da seca causada pelo La Niña. 

"Nós deveremos ver um recorde de vendas de soja dos Estados Unidos entre setembro de 2012 e fevereiro de 2013, colocando a logística em teste e mantendo os preços sustentados", informou a consultoria alemã. 

No entanto, mais a frente os preços podem voltar a recuar por conta da entrada da safra 2012/13 da América do Sul e da fraca demanda mundial por biocombustíveis. Espera-se que depois da severa quebra pela qual passou a colheita sulamericana na temporada 2011/12, a produção de importantes exportadores como Brasil e Argentina se recupere. 

"A tendência de preços firmes esperada para os próximos cinco a sete meses e a perspectiva de queda nos preços depois vai afetar principalmente o farelo de soja como principal produto e apenas levemente o óleo de soja", disse a Oil. 

Outro fator que pode pressionar os preços da oleaginosa é a fraca produção de biocombustíveis prevista para os próximos meses. Em março e abril, a produção brasileira caiu mesmo diante das expectativas de aumento. Fato que estimulou exportações de óleo, até o momento, mais alto do que o esperado. 

Com informações da Reuters. 
Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário