Soja: início da colheita confirma expectativa de boa produção no Tocantins

Publicado em 04/02/2013 12:47
880 exibições
Há poucos dias, os produtores tocantinenses iniciaram a colheita da soja 2012/13, e a expectativa é de que os trabalhos sigam até o mês de abril. De acordo com o presidente do Sindicato Rural de Pedro Afonso, Edmar Correa, a qualidade do grão colhido até o momento é boa, apesar do veranico que atingiu as lavouras da oleaginosa no começo do plantio em novembro de 2012.

Ao contrário de muitos estados brasileiros, que sofrem com as adversidades climáticas, como Mato Grosso, que não consegue dar continuidade aos trabalhos da colheita em função do excesso de chuvas, e o Rio Grande do Sul, onde o tempo seco pode prejudicar a produtividade da soja, o clima no Tocantins permanece favorável ao cultivo do grão.

O regime de chuvas voltou ao normal, e mesmo com a ausência de precipitações no início da semeadura as plantações da soja conseguiram aguentar o tempo firme, e agora apresentam boa qualidade, ratifica o presidente do sindicato. Devido a esse cenário, a estimativa de produtividade média na região de Pedro Afonso é de 60 sacas por hectare, na safra 2011/12 a média foi de 53 sacas por/ha. 

Segundo o relatório de Acompanhamento da Safra Brasileira de Grãos 2012/13 da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), divulgado no início de janeiro, em todo o estado a previsão é que a produção de soja alcance 1.531,7 milhão de toneladas nesta safra, um aumento de 10,8% em relação à safra passada, que foi de 1.382,9 milhão de t. Já a produtividade média deve atingir 3.050 kg por hectare, número pouco menor do que o registrado na temporada anterior de 3.065 kg por hectare. 

Por outro lado, a área de milho safrinha deve ser a mesma da produção anterior, cerca de 44,4 mil hectares, em função do atraso do plantio da soja.
Tags:
Por Fernanda Custódio
Fonte Notícias Agrícolas

Nenhum comentário