Grãos caminham de lado nesta 3ª com clima nos EUA e espera pelo USDA

Publicado em 06/08/2013 12:25
1471 exibições

O clima no Meio-Oeste norte-americano, principal região produtora dos EUA, continua favorecendo o desenvolvimento das lavouras locais e pressionando o mercado internacional de grãos. 

Além disso, a espera pelos números de oferta e demanda que o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) divulga na próxima segunda-feira (12) também faz com que o mercado caminhe de lado, com os investidores buscando um melhor posicionamento. 

Nesta terça-feira (6), os contratos futuros da soja e do milho regitram mais uma sessão de baixa e, por volta de 12h (horário de Brasília), os vencimentos mais distantes caíam mais de 10 pontos, com o novembro/13, referência para a safra americana, cotado a US$ 11,71/bushel. As posições mais próximas tinham perdas menos significativas. 

Para o milho, o pregão regular também não registra movimentações muito expressivas, com pequenos recuos de pouco mais de 3 pontos nas posições mais negociadas. 

"O mercado anda bem sem novidades, não há uma ameaça climática, a previsão é boa para os próximos 15 dias e o mercado digere bem essas notícias boas. (...) O mercado vem em uma trajetória de queda nos últimos dias e em compasso de espera pelo relatório do USDA", diz Flávio Oliveira, analista de mercado da McDonald&Pelz Corretora. 

Para o boletim do departamento norte-americano, o que se espera, de acordo com Oliveira, são números de uma safra grande de milho, principalmente, e altos índices de produtividade tanto para o cereal quanto para a soja. 

Tags:
Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário