Plantio avança nos EUA e soja opera com queda de dois dígitos

Publicado em 03/06/2014 13:06 1486 exibições

Na sessão regular desta terça-feira (3), os futuros da soja ampliaram suas perdas na Bolsa de Chicago e já operam com baixas de dois dígitos, e milho e trigo também recuam significativamente. As pricnpais posições, por volta de 12h40 (horário de Brasília), perdiam entre 10,75 e 19,50 pontos, com o contrato julho valendo US$ 14,81 por bushel.

O forte avanço do plantio da nova safra nos Estados Unidos, segundo analistas, é o principal fator de pressão para os preços nesta terça-feira. Ontem, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) reportou seu novo boletim de acompanhamento de safras e mostrou que a semeadura da soja já está concluída em 78% da área estimada. O número ficou bem acima da média histórica e mostrou uma boa evolução - de quase 20 pontos percentuais - em uma semana. 

"Assim como acontece no milho, as perspectivas para a safra de soja também são muito favoráveis. Apesar do clima mais frio no norte do país, a soja tem uma janela tem uma janela de plantio mais ampla do que o milho e, com isso, não deve haver uma perda de área", explicou a analista de mercado Ana Luiza Lodi, da FCStone. 

Apesar do excesso de chuvas ter provocado um certo atraso no início do plantio nos Estados Unidos, o clima atualm mais úmido tem agora contribuído para o bom desenvolvimento e germinação das lavouras, o que reforça ainda mais essas boas estimativas para a produção de grãos no país. 

O recuo dos preços ocasionado por essa pressão sazonal no mercado, entretanto, deverá ser rápido e pontual, uma vez que o atual cenário de oferta e demanda ainda exige do mercado que os preços sigam em alta e registrando patamares que sejam capazes de racionar a demanda diante da baixa disponibilidade de produto no país.

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

1 comentário

  • salvador reis neto santa teresa do oeste - PR

    colheita de soja safrinha em Santa Tereza do oeste, variedade inox, a produtividade foi de 39.25 sacas por hectare, soja plantada em 28 de janeiro, manejo e insumos empregados os mesmos da safra normal, custo total de produção 25 sacas por hectares.

    0