Oil World: Safra mundial 2014/15 de soja deve superar 300 mi de t e área recorde

Publicado em 03/06/2014 16:35 e atualizado em 03/06/2014 17:22 611 exibições

A produção mundial de soja pode chegar a um recorde nessa nova temporada por conta de um aumento de área, principalmente no Hemisfério Norte, segundo uma nota divulgada nesta terça-feira (3) pela Oil World.

A safra global poderia alcançar, segundo as primeiras estimativas da consultoria alemã, as 301,2 milhões de toneladas no ano comercial 2014/15. A área total cultivada com a oleaginosa pode chegar a ser a maior de todos os tempos e totalizar 118,5 milhões de hectares, sendo cerca de 4% maior do que a do ano anterior. 

"As relações de preços e preços mais competitivos estimularam os produtores e resultaram em um plantio recorde nessa primavera no Hemisfério Norte. Com a continuidade das boas condições climáticas daqui em diante, produções recordes deverão ser colhidas nos Estados Unidos, Canadá, Rússia, Ucrânia e União Europeia", informou a nota da Oil World. 

Impacto nos Preços

Só neste ano, os preços da soja já subiram 15% na Bolsa de Chicago, movimento que se deu com os traders observando a redução e o aperto dos estoques nos Estados Unidos, principal produtor mundial da oleaginosa. Agora, o que se espera é uma recomposição desses estoques com uma safra esperada para o país pela consultoria de 98 milhões de toneladas. A primeira estimativa oficial do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) é de 98,93 milhões de toneladas. 

Essa maior produção no Hemisfério Norte, portanto, poderia ter um impacto negativo sobre os preços, desencorajando os produtores na América do Sul a uma grande e expressiva expansão do plantio. No Brasil, a Oil World projeta um crescimento de 3,4% na safra 2014/15, para 90 milhões de toneladas, e para a Argentina, um incremento de 1,8%, colhendo 56 milhões de toneladas. 

Com isso, a consultoria espera que os estoques mundiais de soja cheguem a 90 milhões de toneladas no final da temporada 2014/15, 23% maior do que o da safra anterior. 

A Oil World acredita ainda que a produção mundial das principais oleaginosas, incluindo soja, canola e girassol, podem totalizar 511,2 milhões de toneladas, 3,2% a mais do que no ano comercial 2013/14. Já os estoques deverão alcançar os 105,3 milhões de toneladas, contra 89,9 milhões na temporada anterior. 

Com informações da Bloomberg

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário