INTL FCStone aumenta projeção para safra de soja do Brasil e mantém números do milho

Publicado em 06/01/2017 09:27
237 exibições

Em sua revisão de janeiro, a INTL FCStone elevou a estimativa de produção de soja na safra 2016/17 para 102,8 milhões de toneladas. Esse ajuste decorreu de aumentos de produtividade em alguns estados, uma vez que a área plantada foi mantida inalterada.

No geral, a safra brasileira apresenta condições favoráveis e o rendimento de Goiás, Minas Gerais e Rio Grande do Sul foi ajustado para cima. O Rio Grande do Sul é um estado que apresenta um risco climático mais considerável, com maior variabilidade. Entretanto, neste ciclo, o clima tem sido positivo, o que deve garantir boas produtividades.

Destaca-se, contudo, que como o ciclo no estado é um pouco mais atrasado, o acompanhamento das condições climáticas nos próximos meses permanece importante. Essa situação se repete no MATOPIBA, onde o plantio também ocorre um pouco mais tarde.

FC Stone - Tabela Soja 1

Uma produção recorde na safra 2016/17, superando 100 milhões toneladas, resultaria em uma situação de estoques mais confortáveis, após um longo período de aperto no balanço. Os estoques ficariam mais folgados, mesmo mantendo-se as expectativas de uma demanda aquecida.

FC Stone - Tabela Soja 2

MILHO

Para a safra de milho, a INTL FCStone manteve sua estimativa de produção em 91,05 milhões de toneladas no ciclo 2016/17. Esse nível seria um recorde histórico de produção do cereal.

Assim como no caso da soja, o clima durante a safra de verão, no geral, tem sido benéfico, destacando, também, que houve crescimento de área em relação ao à safra anterior, sob incentivo de preços mais elevados no mercado doméstico.

FC Stone - Tabela Milho 1

Para a segunda safra, a INTL FCStone manteve a mesma área do mês anterior, de 11,3 milhões de hectares, que representa um crescimento de 7,5% em relação ao ciclo 2015/16. Esse aumento considerável deve ser incentivado, também, pelo contexto de preços mais elevados. Ademais, o plantio da soja foi mais adiantado em algumas regiões, o que resulta em uma área maior com possibilidade de ser semeada dentro da janela da safrinha.

Essa área, associada a uma produtividade média de 5,44 toneladas por hectare, resultaria em uma produção de 61,6 milhões de toneladas no inverno.

FC Stone - Tabela Milho 2

O balanço de oferta e demanda previsto para 2017 deve trazer um reequilíbrio entre oferta e demanda, após o “desabastecimento” observado em 2016. Uma segunda safra cheia tende a reduzir os preços domésticos para a paridade exportação e estimular o consumo doméstico.

A estimativa de exportação considera o atual nível de câmbio e preços internacionais, mas novas desvalorizações do real podem levar a embarques mais significativos e, consequentemente, a estoques mais
baixos.

FC Stone - tabela Milho 3

Tags:
Fonte: INTL FCStone

Nenhum comentário