Condições da soja na Argentina melhoram, mas estado ainda é de alerta

Publicado em 01/02/2017 17:10
170 exibições

"É difícil saber o que está ocorrendo, exatamente, no solo da Argentina", aponta o site Soybeans and Corn, para justificar as incertezas em relação à safra de soja no país.

Na semana passada, no entanto, o clima foi fundamental para restaurar algumas áreas danififcadas, estabilizando a situação no país e melhorando as perspectivas para a soja fora das áreas saturadas. A previsõ parece, geralmente, favorável, com clima mais seco na previsão de curto prazo e chances de chuvas no final de semana.

Os modelos de previsão, porém, não estão em um consenso no que diz respeito à quantidade de chuvas potenciais para esse final de semana. Enquanto um modelo prevê até 100mm, outro prevê entre 25 a 75mm. Se a quantidade de chuvas for de 75mm a 100mm ou mais, problemas adicionais podem chegar para a cultura de soja.

As sementes de soja plantadas mais tarde foram impactadas mais do que a soja plantada mais cedo. Isso se deve à estatura dessa soja plantada por último quando o tempo chuvoso chegou às áreas produtivas da Argentina.

Em todo o país, 4% da soja está surgindo, 13% está no desenvolvimento vegetarito, 60% florescendo e 22% estabelecendo vagens.

Em contraste, também há uma preocupação com a seca no extremo norte da Argentina, onde os agricultures não conseguiram completar o plantio de soja - especialmente nas províncias de Buenos Aires e La Pampa, com 7% da área cultivada nacional de soja.

Tradução: Izadora Pimenta

Fonte: Soybeans And Corn Advisor

0 comentário