Soja amplia perdas nesta 4ª em Chicago com foco nos atritos comerciais entre EUA e China

Publicado em 13/06/2018 12:40
1091 exibições

LOGO nalogo

Em meio às tensões comerciais entre Estados Unidos e China, as cotações futuras da soja negociadas na Bolsa de Chicago (CBOT) ampliaram as perdas nesta quarta-feira (13). Às 12h15 (horário de Brasília), as principais posições da commodity testavam quedas entre 11,00 e 12,25 pontos. O vencimento julho/18 era cotado a US$ 9,41 por bushel, enquanto o agosto/18 operava a US$ 9,47 por bushel. O novembro/18 trabalhava a US$ 9,63 por bushel.

"O mercado já digeriu os números do relatório de oferta e demanda do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) e voltou a se preocupar com o comércio e com o clima no Meio-Oeste", reportou o site internacional Farm Futures.

As atenções dos investidores estão voltadas às tensões comerciais entre Estados Unidos e China. "Os atritos comerciais entre as duas potências também estão de volta no radar antes de sexta-feira, quando Washington disse que divulgará uma lista de 50 bilhões de dólares em produtos chineses que estarão sujeitos a uma tarifa de 25%", informou a Reuters. A preocupação do mercado é que essa situação afete as exportações americanas.

A safra norte-americana também segue no radar dos participantes do mercado. No início da semana, o USDA reportou que 74% das lavouras de soja ainda apresentavam boas ou excelentes condições até o último domingo.

Ainda hoje, o departamento americano anunciou a venda de 177 mil toneladas de soja para destinos desconhecidos. Do total, 5 mil toneladas deverão ser entregues ao longo da campanha 2017/18. O restante, de 172 mil toneladas, deverão ser entregues no ciclo 2018/19.

Tags:
Por: Fernanda Custódio
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário