Soja: Demanda internacional incerta reduz prêmio no BR e valores recuam

Publicado em 12/11/2018 10:07
172 exibições

Os preços brasileiros de soja recuaram ligeiramente nos últimos dias, pressionados pela queda nos prêmios de exportação no País, que passaram de US$ 2,60/bushel para o vendedor no dia 31 de outubro para 2,05/bushel na quinta-feira, 8 de novembro, em Paranaguá (PR). Além do enfraquecimento da demanda externa, o recuo dos prêmios se deve à alta na CME Group (Bolsa de Chicago), que, por sua vez, foi influenciada pelo clima desfavorável à colheita nos Estados Unidos e pelas expectativas de acordo comercial entre Estados Unidos e China. Segundo pesquisadores do Cepea, o que preocupa sojicultores brasileiros é que, se esse acordo se confirmar e, ao mesmo tempo, a demanda chinesa pelo produto nacional diminuir, as exportações brasileiras devem recuar. No dia 8, o USDA indicou que a China deve importar apenas 90 milhões de toneladas de soja na temporada 2018/19, o menor volume desde a safra 2015/16. Quanto aos preços no Brasil, entre 1º e 9 de novembro, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa da soja Paranaguá (PR) recuou 0,6%, a R$ 85,28/saca de 60 kg na sexta-feira, 9. No mesmo comparativo, o Indicador CEPEA/ESALQ Paraná registrou queda de 0,5%, a R$ 79,43/sc de 60 kg no dia 9.

Tags:
Fonte: Cepea

Nenhum comentário