Soja fecha com leves altas em Chicago nesta 3ª feira em mais um dia sem grandes novidades

Publicado em 11/12/2018 18:17
375 exibições

LOGO nalogo

Em mais um dia sem novidades para o mercado internacional da soja, os preços da commodity aproveitaram o espaço para recuperar parte das baixas do pregão anterior e fecharam a terça-feira (11) em campo positivo na Bolsa de Chicago. O mercado começou o dia atuando com estabilidade, testou leves baixas, mas voltou a subir e fechou com ganhos de pouco mais de 4 pontos entre os principais vencimentos. 

Assim, o vencimento janeiro/19, que é o mais negociado nesse momento, ficou em US$ 9,14 por bushel, e o maio/19, que continua a servir como referência para a nova safra de soja do Brasil, encerrou a sessão valendo US$ 9,40. 

O mercado parece ter recebido bem os números do novo boletim mensal de oferta e demanda divulgado nesta terça pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) que não mostrou nenhuma mudança nos números da safra norte-americana. Os traders, afinal, esperavam um alta nos estoques finais dos EUA e ela não veio, mesmo com a demanda ainda lenta no país. 

A produção foi mantida em 125,18 milhões de toneladas e os estoques finais em 25,99 milhões de toneladas. As exportações dos EUA também ficaram inalteradas e ainda são projetadas em 51,71 milhões de toneladas. 

Já no cenário da América do Sul, o USDA aumentou a safra brasileira para 122 milhões de toneladas e as exportações nacionais para 81 milhões de toneladas. No boletim anterior, os números eram de 120,5 e 77 milhões de toneladas, respectivamente. Os estoques brasileiros passaram a 21,35 milhões de toneladas. 

A safra mundial de soja foi estimada em 369,2 milhões de toneladas, contra 367,5 milhões de novembro, e os estoques finais globais em 115,33 milhões de toneladas, contra o número anterior de 112,08 milhões de toneladas. 

USDA Dezembro - Soja

Na outra ponta do mercado, seus participantes continuam a esperar por novidades entre a relação de China e Estados Unidos e os próximos passos das duas nações durante esse período da trégua proposta por Donald Trump e Xi Jinping. 

Nesta semana, ambos sinalizaram que suas conversas estão evoluindo e representantes dos dois governos trabalhar para definir as próximas etapas das negociaçõe futuras. 

Twitter Trump

Em sua conta no Twitter, Trump disse estar tendo conversas "muito produtivas" com a China e que podem se preparar para os bons anúncios que estão por vir. Nenhum detalhe de acordos ou mudanças no que já está em vigor foi reportado ainda e assim, o ambiente de cautela e incerteza continua. 

Mercado Nacional

No Brasil, os preços também fecharam estáveis em quase todo o país. A comercialização travada ajuda a manter os preços sem grandes oscilações e somente nos portos as mudanças foram ligeiramente mais significativas. 

No terminal de Paranaguá, a soja disponível permaneceu nos R$ 79,00 por saca, enquanto a safra nova manteve os R$ 81,50. Em Rio Grande, R$ 82,00 tanto no spot quanto no indicativo do próximo mês, com baixas de 0,97% em ambos os casos. 

Tags:
Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário