Syngenta se posiciona com nota oficial refutando pedido da Aprosoja BR sobre uso emergencial do paraquat

Publicado em 25/01/2022 18:27 3836 exibições

Logotipo Notícias Agrícolas

Nesta terça-feira (25), a Syngenta divulgou uma nova nota se posicionando sobre o pedido da Aprosoja Brasil junto ao Ministério da Agricultura do pedido de liberação do uso emergencial do paraquat, e ainda reforçou seu compromisso com os produtores brasileiros. 

O pleito da associação dos sojicultores se deu diante da escassez do diquat, herbicida que veio substituindo o diquat desde que o paraquat teve sua utilização proibida pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). 

Na sequência, veja a íntegra da nota da Syngenta:

São Paulo, 25 de janeiro de 2022 – A Syngenta reitera que se mantém comprometida com os agricultores brasileiros ainda que diante de desafios inerentes a uma crise sem precedentes.

Com relação ao Diquat, estamos dedicando os melhores esforços para o aumento dos volumes do produto a ser disponibilizado ao mercado brasileiro, diante de um aumento significativo da demanda. Para tanto, buscamos alternativas adicionais de fornecimento de todas as fontes possíveis no mundo, incluindo novas opções ?na China. Ainda que cientes dos problemas atuais de abastecimento de Diquat, os pedidos serão entregues nos próximos meses, sem renegociação de preços.

Somos altamente favoráveis ??a um ambiente de concorrência livre, que permita que outras empresas registrem e comercializem produtos à base de Diquat no Brasil. Atualmente, inclusive, existem mais de 15 empresas com registros para comercialização desse tipo no país.

Estamos certos de que a importação de produtos sem regulamentação coloca em risco produtores e consumidores, meio ambiente e as exportações brasileiras. Respeitamos a regulação vigente e não estamos medindo esforços para resolver a dificuldade pontual de abastecimento, bem como nos prepararmos para atender a uma demanda ainda maior de Diquat. E, assim, oferecer aos agricultores os insumos necessários para o sucesso da próxima safra.

Nesta segunda-feira (24), a Aprosoja Brasil trouxe uma nota oficial falando sobre o precedente que o pedido de liberação do paraquat, emergencialmente, carregava precedentes e que por isso deveria ser considerado. Relembre:

Leia mais:

+ Aprosoja Brasil: Liberação emergencial de defensivo tem precedente no Brasil

Na semana passada, o Notícias Agrícolas antecipou este debate com a entrevista exclusiva com o presidente da Aprosoja Brasil, Antônio Galvan, que detalhou as necessidades do setor e do pedido em questão:

Tags:
Por:
Carla Mendes | Instagram @jornalistadasoja
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário