CNA define sugestões para padrão oficial de classificação da soja

Publicado em 23/05/2022 18:02

A Comissão Nacional de Cereais, Fibras e Oleaginosas da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) se reuniu, na sexta (20), para definir as sugestões que serão encaminhadas ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) em relação à revisão do padrão oficial de classificação da soja em consulta pública pela Portaria SDA nº 532/2022.

Os três principais pontos de discussão foram o teor de umidade, limites máximos de defeitos e teores de proteína e óleo. As sugestões serão apresentadas na consulta pública. O colegiado também pretende agendar uma reunião com o Ministério para esclarecer as preocupações do setor produtivo, com a participação de pesquisadores e especialistas do tema.

Além de prever mudanças nos requisitos de identidade e qualidade da oleaginosa, a portaria aborda pontos como a amostragem, o modo de apresentação e a marcação ou rotulagem. O objetivo é tornar a norma brasileira mais clara e objetiva em relação a outros países, condizente com a realidade de produção atual e, principalmente, sustentada em critérios científicos.

“É uma discussão importantíssima para nós e que não se encerra no dia 23. Precisamos entender os impactos que teremos com essas alterações e como elas afetarão os negócios com os compradores internacionais. Queremos um debate mais amplo, pensando na cadeia produtiva como um todo”, afirmou o presidente da Comissão, Ricardo Arioli.

A reunião também contou com a participação do assessor técnico da Comissão, Tiago do Santos Pereira; dos pesquisadores da Embrapa Soja, Alvadi Balbinot Junior e Marcelo Alvares de Oliveira.

Tags:
Fonte:
CNA

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário