Açúcar dispara nesta tarde de 3ª feira em NY com divulgação da Conab

Publicado em 18/05/2021 11:54 99 exibições
Conab estima safra de cana-de-açúcar no Centro-Sul até 4,6% ante a temporada 2020/21

LOGO nalogo

​Os futuros do açúcar saltam de forma expressiva nesta tarde de terça-feira (18) nas bolsas de Nova York e Londres, após perdas recentes.  O mercado externo acompanha as informações sobre a safra brasileira de cana-de-açúcar, impactada pela seca.

Às 12h (horário de Brasília), o principal vencimento do açúcar bruto tinha valorização de 1,82%, cotado a US$ 17,30 c/lb na Bolsa de Nova York. Enquanto o tipo branco em Londres registrava ganhos de 1,48%, a US$ 459,70 a tonelada.

Depois de quedas técnicas recentes, o açúcar reage e repercute nesta tarde de terça-feira a divulgação da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para a nova safra do Brasil de cana-de-açúcar, além de atualizar os dados da última temporada.

Na primeira estimativa para a safra 2021/22 de cana-de-açúcar no Centro-Sul, a Conab projeta a safra em 574,8 milhões de t, o que representa uma queda de 4,6% ante a temporada 2020/21, mas o número ainda pode ser revisado. Caso o volume seja confirmado, seria a menor produção no país desde a temporada 2018/19.

A produção de açúcar na região foi estimada em 35,8 milhões de t, com recuo de 6,4% na comparação anual. E a safra de etanol de cana e de milho deve cair 7,4%, para 28,36 bilhões de litros no Centro-Sul na safra 2021/22.

Veja mais:
» Safra de cana-de-açúcar no país aponta produção menor para o ciclo 2021/22

Do lado do financeiro, o mercado sente alguma pressão com desvalorização nos futuros do petróleo. Além disso, o dólar registrava nesta tarde leve valorização sobre o real, o que também tende a dar pressão às cotações, pois encoraja as exportações.

» Clique e veja as cotações completas de sucroenergético

Por:
Jhonatas Simião
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário