Açúcar quase volta aos US$ 20 c/lb em NY nesta 4ª com dólar e alta do petróleo

Publicado em 08/12/2021 16:54 113 exibições
Nos fundamentos, atenção para a possibilidade de a Índia colocar um teto nas exportações nesta safra

Logotipo Notícias Agrícolas

As cotações futuras do açúcar encerraram a sessão desta quarta-feira (08) com altas de mais de 1,5% nas bolsas de Nova York e Londres. O dia foi marcado por atenção ao financeiro, dólar e petróleo, além das novidades origens.

O principal vencimento do açúcar bruto na Bolsa de Nova York subiu 1,75%, cotado a US$ 19,82 c/lb, com máxima de 19,90 c/lb e mínima de 19,36 c/lb. Em Londres, o tipo branco teve valorização de 1,60%, negociado a US$ 513,70 a tonelada.

Depois de queda do adoçante em parte da manhã, o mercado do açúcar em Nova York voltou a subir durante a tarde desta quarta com a desvalorização do dólar sobre o real, o que tende a desencorajar as exportações, mas dá suporte aos preços.

Além disso, também houve suporte do petróleo em meio às expectativas do mercado com a recuperação da demanda. Próximo da finalização dos trabalhos nas bolsas externas, o dólar caía mais de 1% e o petróleo tinha leves ganhos.

"O mundo precisou de um tempo para digerir a reação inicial quando surgiu a nova de Covid-19 e a gente sabe bem o que aconteceu no mercado de petróleo e várias outras commodities", explica Andy Duff, estrategista global do Rabobank.

Açúcar - Foto: Unica
Preços no mercado brasileiro estão acima de R$ 155 a saca - Foto: Unica

Para a Reuters, comerciantes acrescentaram que não há ameaça de produção no momento, então o açúcar terá dificuldade para ultrapassar os 19,50-20 centavos.

Ainda há atenção dos operadores no dia para as informações das origens. A Índia está com sua safra abundante em andamento. Já o Brasil, enfrenta produção menor em meio impacto do clima, mas ainda há dúvidas sobre a nova temporada.

"Uma coisa, ligada aos fundamentos, é que tem notícias saindo da Índia que a gente sabe que eles estão esperando mais uma safra grande, mas talvez eles podem colocar um teto nas exportações nesse ano safra", complementa Duff.

MERCADO INTERNO

Os preços do açúcar no mercado brasileiro voltaram a subir, ainda acima dos R$ 155 a saca. No último dia de negociação, o Indicador CEPEA/ESALQ do açúcar, cor Icumsa de 130 a 180, mercado paulista, alta de 0,28%, negociado a R$ 155,57a saca de 50 kg.

Já nas regiões Norte e Nordeste do Brasil, o açúcar ficou estável, a R$ 149,01 a saca, segundo dados levantados pela consultoria Datagro. O açúcar VHP, em Santos (SP), tinha no último dia de apuração o preço FOB a US$ 20,09 c/lb com alta de 1,69%.

» Clique e veja as cotações completas de sucroenergético

Por:
Jhonatas Simião
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário